Fábio e Thiago Neves são decisivos para classificação do Cruzeiro
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Fábio e Thiago Neves são decisivos para classificação do Cruzeiro

Fábio pegou o seu 27º pênalti com a camisa celeste e foi um dos responsáveis pela classificação da Raposa às quartas de final
Fábio pegou o seu 27º pênalti com a camisa celeste e foi um dos responsáveis pela classificação da Raposa às quartas de final- (Pedro Vilela/Mineirão)
Valinor Conteúdo - 05/06/2019 - 22:24
Belo Horizonte
A noite de fortes emoções no Mineirão, com a classificação do Cruzeiro às quartas de final da Copa do Brasil teve dois personagens destacados na noite de terça-feira, no Mineirão. O goleiro Fábio e o meia Thiago Neves.

A experiência e poder de decisão da dupla, cada um em sua função, foram determinantes para que a Raposa superasse o Fluminense, que nas palavras de Mano Menezes, “obrigou o Cruzeiro a buscar alternativas para sair vencedor”. O duelo com a molecada do Tricolor Carioca teve ares de drama, quando João Pedro marcou o gol de empate, fazendo 2 a 2, aos 51 minutos do segundo tempo, levando a decisão da vaga para as penalidades máximas.

Fábio apareceu, pegando o seu 27º pênalti com a camisa celeste, além de fazer defesas importantes que seguraram o placar a favor dos mineiros, antes do gol do jovem atacante do Flu. A defesa na disputa por pênaltis foi justamente em cima do garoto de Xerém, que parou na experiência do ídolo cruzeirense.



O goleiro comentou a passagem de fase e exaltou a classificação do Cruzeiro, reforçando que apesar do mau momento do time, o trabalho não pode ser descartado.

-Todo trabalho não é em vão. Tenho muita fé em Deus e sei que futebol não é matemática, pois temos uma equipe de qualidade que está sempre trabalhando e vamos superando. Jogos após jogos, para consagrar com uma bela classificação. Não podemos colocar tudo em xeque e vamos continuar a trabalhar para sermos fortes-disse Fábio.


E MAIS:
Thiago Neves assume a responsabilidade

Outro ponto de desequilíbrio a favor do Cruzeiro foi o meia Thiago Neves. O camisa 10 da Raposa teve um segundo tempo de gala, com grande atuação, conduzindo o time à virada, marcando os dois gols que quase confirmaram a vaga no tempo normal; A atuação de TN10 foi coroada com a cobrança decisiva na disputa de pênaltis, que garantiu a ida às quartas de final da Copa do Brasil pelo quarto ano seguido.

Thiago assumiu a responsabilidade de levar a equipe a um nível melhor de jogo e ainda de tirar o peso de Sassá, que perdeu um pênalti no tempo normal. Thiago bateu a segunda marcação para a Raposa, o que deixou o atacante mais confiante para bater na disputa por penalidades, marcando o seu na série decisiva.

-Estou feliz pela partida, pela classificação, pelo segundo tempo que fizemos. Merecemos passar. Temos de ter calma, pois só passamos para as quartas. Temos de continuar na mesma pegada para ter um ano brilhante. Venho de uma virose e foi difícil jogar contra o São Paulo, mas hoje estava 100 % e pude ajudar o time. Quanto a bater os pênaltis, vocês sabem que não é muito meu forte bater, mas o Mano me pediu para assumir a responsabilidade, tirar um pouco do peso do Sassá- disse TN10, que concluiu:

-A vitória nos dá um alívio muito grande, para trabalhar. Temos mais dois jogos pela frente antes da parada da Copa América, tendo tempo para acertar o que temos de acertar.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance