Fluminense recusa proposta milionária do CSKA por Marcos Paulo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Fluminense recusa proposta milionária do CSKA por Marcos Paulo

Marcos Paulo - Fluminense
Marcos Paulo teve atuação de destaque na última terça-feira (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Joel Silva - 05/02/2020 - 16:08
Rio de Janeiro (RJ)
O atacante Marcos Paulo fez contra o Unión La Calera a sua primeira partida na temporada. Mesmo sem entrar em campo por conta de uma lesão muscular na coxa direita, o jogador continuou sendo cobiçado pelo mercado europeu. Na semana passada, o Fluminense recebeu uma proposta oficial do CSKA, da Rússia, no valor de 7 milhões de euros (R$ 33 milhões), por 50% dos direitos econômicos do atleta. A informação foi divulgada inicialmente pelo Globo Esporte e confirmada pelo LANCE!.

O Fluminense recusou a proposta por entender que Marcos Paulo pode ser vendido por uma valor bem melhor no futuro. Vale lembrar que o atacante tem cidadania portuguesa por conta do avô e inclusive defendeu no ano passado as seleções de base de Portugal. Essa situação facilita ainda mais a abertura do mercado europeu, tanto que a cria de Xerém já foi sondado por gigantes como Barcelona e Juventus.

O próprio Marcos Paulo também não se empolgou com a possibilidade de uma transferência para a Rússia. Com status de titular do ataque tricolor, o atacante espera se firmar e evoluir ainda mais com a camisa do Fluminense. Na reta final da temporada passada, o jogador conquistou a posição nas últimas 11 rodadas e marcou quatro gols, sendo o grande destaque da equipe que se livrou do rebaixamento e de quebra conquistou a vaga para a Copa Sul-Americana.


Marcos Paulo recebeu a primeira oportunidade nos profissionais no dia 30 de janeiro de 2019, aos 17 anos, quando entrou no fim do segundo tempo, na goleada do Fluminense sobre o Madureira por 4 a 0, em partida válida pela Taça Guanabara. O atacante tem contrato com o Tricolor até o fim de junho de 2021. O clube possui 100% dos direitos econômicos do jogador e a multa rescisória para o futebol europeu é de 45 milhões de euros (R$ 210 milhões).


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance