Robinho revela que 'empolgou' com vida de solteiro e levou pito de Mano
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Robinho revela que 'empolgou' com vida de solteiro e levou pito de Mano

Corinthians x Cruzeiro - Robinho
Robinho subiu de 35 jogos em 2017 para 60 em 2018 após mudar comportamento- Luis Moura / WPP
Valinor Conteúdo - 04/12/2018 - 15:22
Belo Horizonte
Jovem, bem de vida e solteiro em uma cidade com várias “tentações” para um jogador de futebol podem mudar o rumo de uma carreira no esporte. E foi o que quase aconteceu com o meio de campo do Cruzeiro Robinho.

Em entrevista ao programa “Jogo Sagrado” , do canal a cabo Fox Sports, o jogador revelou que em 2017, ao se separar da esposa e ficar solteiro, teve excessos com a bebida alcoólica e se empolgou na celebração da vida.

O resultado das extravagâncias veio dentro de campo com a demora na recuperação de lesões e questionamentos com seu desempenho na equipe azul.


E MAIS:
O nível de exagero de Robinho chamou a atenção de Mano Menezes que teve de cobrar do jogador uma nova postura e foco para continuar no clube em 2018

- Eu dei uma empolgada no ano passado mesmo. Separei e dei uma empolgadinha, mas não em noite. Tomei um pouquinho de cerveja a mais na minha casa, mas não fui para a noite, não. Não fui para a balada. O Mano conversou comigo e eu parei, disse.

Robinho, apesar de ser campeão da Copa do Brasil pelo Cruzeiro em 2017, teve um ano irregular pelo clube. Jogou apenas 35 vezes e ficou de fora em várias ocasiões por causa de três lesões musculares. Robinho contou que a recuperação era mais demorada devido ao consumo de álcool.

- Eu machucava e demorava a recuperar. E as minhas lesões demoraram um pouco. Tive uma lesão de três meses na posterior, e o Mano Menezes me cobrou, conversou comigo, e este ano eu voltei totalmente diferente, explicou.

A “bronca” de Mano surtiu efeito no meia cruzeirense, um dos destaques da equipe em 2019. Robinho esteve em campo 60 vezes e deixou sua marca ao fazer um dos gols na partida final do hexa da Copa do Brasil, diante do Corinthians, na vitória por 2 a 1, em São Paulo.

- Errei mesmo, dei mole, errei comigo mesmo, estava empolgado, mas eu estava me ferrando. Joguei 35 jogos no ano passado e este ano joguei 60. Foi graças ao Mano, diretoria conversou comigo, trabalho dos fisioterapeutas, mas foi na conversa com o Mano que eu mudei. Agora só estou bebendo quando sou campeão. Como sou campeão toda hora, concluiu o jogador que tem 95 jogos pela Raposa e 12 gols marcados em duas temporadas.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance