Jucilei celebra retorno ao São Paulo e afirma: 'Fui afastado injustamente'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Jucilei celebra retorno ao São Paulo e afirma: 'Fui afastado injustamente'

Jucilei - Coletiva São Paulo
Jucilei falou com a imprensa, nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda (Foto: Alexandre Guariglia/Lancepress)
LANCE! - 04/11/2019 - 14:24
São Paulo (SP)
No último sábado, na vitória por 3 a 0 sobre a Chapecoense, a principal novidade do time do São Paulo foi a volta de Jucilei aos gramados após mais de seis meses sem jogar. O volante já havia retornado do afastamento em que estava desde a parada para a Copa América e sobre o qual comentou pela primeira vez em entrevista coletiva, afirmando ter sido injustiçado.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Jucilei foi afastado do grupo juntamente com Bruno Peres e Nenê, pouco antes de a delegação partir para um período de treinamentos no CT de Cotia, no fim de junho, durante a pausa para o torneio de seleções. Na época o técnico era Cuca, que não o utilizava desde o segundo jogo da final do Paulistão, no fim de abril. Para o volante, o afastamento foi descabido, já que não é "baladeiro".

- Eu não vou citar culpado, eu sei de uma coisa: fui afastado injustamente, pelo fato de eu não ser um cara baladeiro, por não ser um cara que chega atrasado. Geralmente você faz uma c***** dentro do clube e você é afastado, mas não foi o meu caso. Daqui para frente agora é página virada, estou muito feliz pela recepção, pela recepção dos jogadores, da diretoria, de todos, desde a portaria ao presidente. Estou muito feliz - declarou o camisa 8 do Tricolor.



E MAIS:
Jucilei também fez questão de exaltar a importância de Fernando Diniz em seu retorno ao clube. Antes de ser reintegrado, o meio-campista treinou com um preparador físico particular, depois voltou a trabalhar em horários alternativos no CT da Barra Funda, e finalmente foi chamado a realizar atividades com todo o grupo seguindo pedido da comissão técnica que havia acabado de chegar.

- Fernando Diniz já vinha aqui na época do Dorival, me acompanhava, tive a oportunidade de conversar duas ou três vezes com ele, ele me elogiava bastante, também encontrei com ele no aeroporto, eu estava aqui no São Paulo e ele no Fluminense, e ele falou que a gente ainda teria a oportunidade de trabalhar juntos, agora estou tendo essa oportunidade, é um cara que tem me dado bastante força, sou muito grato a Deus e a ele. Se não fosse o Diniz talvez eu poderia não estar aqui, porque se ele fala que não queria, seria mais um imbróglio, mais uma confusão, eu tenho mais dois anos de contrato, seria um negócio que não faria bem para ambas as partes. Estou muito feliz neste retorno, grato ao Diniz por essa nova oportunidade - disse antes de completar:

- Estou me sentindo bem, nesse período eu treinei no Rio de Janeiro, peguei personal, treinei na praia, joguei futevôlei, que dá condição física, depois pude fazer dois períodos aqui e estou preparado. São oito rodadas decisivas, sabemos do nosso objetivo que é a Libertadores e vamos em busca dela.

Por fim, Jucilei também falou sobre cumprir a promessa de se aposentar no clube, no entanto ele disse saber que tudo depende dos resultados e citou casos de outros jogadores que acabaram deixando o Tricolor e foram, em algum momento, apontados como culpados pela torcida.

- O que falamos temos de cumprir. Quero me aposentar no São Paulo. Estava treinando bem, só que futebol em time grande é resultado. Sei como funciona. Sou muito experiente. Se você ganha dez partidas é o melhor. Se você começa a tomar uma pancadinha... fomos eliminados da pré-Libertadores. Foi muito ruim para nós jogadores. Então começam apontar culpado: "foi fulano, beltrano, o Jucilei isso, Jucilei está gordo, Jucilei aquilo". Aconteceu com Sidão, Rodrigo Caio. Sempre vão achar um culpado. Mas a torcida é paixão. Entendo o lado deles. É zoação. Quando perde um jogo ficam doidos e querem achar um culpado. Mas também vivi isso e sei como é a torcida do São Paulo. Colocou mais de 20 mil pessoas em um treino, quando estava em situação difícil botaram 60 mil contra o Cruzeiro 11h. Sei como funciona e agora é buscar o objetivo. Estou bem, muito bem fisicamente, espero continuar assim.

O São Paulo de Jucilei volta a campo nesta quinta-feira, às 19h30, no Morumbi, para enfrentar o Fluminense, pela 31ª rodada do Brasileirão-2019. Atualmente os são-paulinos ocupam a 4ª posição na tabela com 52 pontos, sete à frente do Corinthians, primeiro fora da zona de classificação para a Libertadores


Facebook Lance Twitter Lance