Sai Brasileiro, entra Copa do Brasil na super semana do Cruzeiro
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Sai Brasileiro, entra Copa do Brasil na super semana do Cruzeiro

Léo, zagueiro do Cruzeiro
O zagueiro Léo diz ter esquecido o jogo contra o Sport e que o foco é todo no Palmeiras - (Foto: Bruno Faleiro/Cruzeiro)
Valinor Conteúdo - 10/09/2018 - 17:02
Belo Horizonte
Passada a polêmicas do jogo contra o Sport, pelo Brasileiro, o Cruzeiro teve de “virar a chave” para a decisão da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, 12, contra o Palmeiras, em São Paulo, às 21h45.
O tempo de lamentar e reclamar tiveram de ser deixado de lado, pois o time celeste vai encarar o elenco mais badalado do futebol brasileiro nas semifinais da competição nacional. Para o zagueiro Léo, agora é concentração total nos paulistas.

- Já viramos a chave para quarta-feira, jogo importantíssimo, altamente decisivo. Um jogo de 180 minutos, em que a gente espera também fazer uma boa partida já nos primeiros 90. A equipe do Palmeiras vem se entregando em campo, marcando bastante, mas a gente espera montar uma estratégia boa também, para que possamos sair com um bom resultado de lá, disse o camisa 3 azul.

- A gente sempre encara cada jogo de uma maneira diferente. Sempre procuramos o resultado, mas cada questão tem seu ponto estratégico. Nós sabemos que o jogo fora de casa tende a ser difícil, mas o adversário as vezes abre mais espaço para explorarmos. É no final de 180 minutos que vale o placar, emendou o defensor.

Espera pelo parceiro Dedé

Nos Estados Unidos com a Seleção Brasileira, o zagueiro Dedé é esperado para o jogo de quarta, em São Paulo. Para Léo, a presença do parceiro de defesa é de grande importância para a equipe celeste.

- A gente tem um elenco forte, de qualidade, com peças importantes. A questão é que em um jogo decisivo todo jogador é importante, ainda mais uma figura como o Dedé. É importante todos nós estarmos juntos unindo forças, disse Léo.

Árbitro de vídeo

Assim como nas quartas de final, a Copa do Brasil segue com o auxílio do árbitro de vídeo até a decisão da competição. Para Léo, essa ferramenta é importante para minimizar os erros que veem acontecendo nas partidas do Cruzeiro.

- Em alguns jogos fomos prejudicados pela arbitragem. Tem se tornado uma rotina. É muita coisa em jogo, como um gol, um lance, e a responsabilidade do árbitro acaba se multiplicando. Em 2010 acabamos perdendo um título em um jogo contra o Corinthians. Acredito que o VAR ajuda a dividir um pouco a responsabilidade do árbitro, mas as coisas precisam ser bem avaliadas com critérios bem específicos para que as partidas possam ser mais justas, finalizou.



E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance