Diretoria libera Júnior Tavares para negociar sua saída do São Paulo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Diretoria libera Júnior Tavares para negociar sua saída do São Paulo

Rennes achou Júnior Tavares caro depois de vê-lo treinando por algumas semanas
Júnior Tavares foi promovido aos profissionais do São Paulo pelo ex-técnico do clube Rogério Ceni (Érico Leonan/saopaulofc.net)
Yago Rudá - 27/06/2018 - 12:22
São Paulo (SP)
Com propostas de clubes do Brasil e do exterior, o lateral-esquerdo Júnior Tavares foi liberado pela diretoria do São Paulo e nem sequer se reapresentou com o restante do elenco tricolor na última terça. O jogador negocia sua saída do Morumbi e não está mais nos planos do técnico Diego Aguirre.

Como a comissão técnica pretende enxugar o elenco para as disputas do Brasileirão e da Copa Sul-Americana no segundo semestre e Tavares vinha sendo muito pouco utilizado no clube (apenas 5 jogos em 2018), não houve grandes problemas em sua liberação.

Em abril deste ano, o lateral foi cedido ao Rennes, da França, para um período de testes, mas acabou não sendo comprado pelos europeus após 20 dias no Velho Continente. A equipe francesa alegou que a pedida do São Paulo era alta e optou por não fazer o investimento. 

Profissionalizado no Grêmio, Tavares deixou o clube gaúcho para tentar uma nova vida no São Paulo. Para isso, aceitou jogar em Cotia, no sub-20. Subiu ao time de cima do Tricolor no ano passado, por indicação de Rogério Ceni e foi muito elogiado em seu início. 

Com o passar do tempo, porém, foi caindo de produtividade e perdeu espaço para Edimar no segundo semestre do ano passado. O retorno de Reinaldo o colocou como segunda opção no banco de reservas. Sem espaço, o jogador foi liberado para seguir sua carreira em algum outro clube.  

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance