Crônica L!: Chapecoense, na alma do índio Condá, completa 46 anos de gloriosa existência
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Crônica L!: Chapecoense, na alma do índio Condá, completa 46 anos de gloriosa existência

Homenagem na Arena Condá - Chapecoense
Nelson Almeida / AFP
Futebol Latino - 10/05/2019 - 11:30
Chapecó (SC)
No dia 10 de maio de 1973, a cidade de Chapecó ainda não sabia, mas estava dando o pontapé inicial para a história de um dos clubes mais acolhidos em todo o planeta, a Associação Chapecoense de Futebol. Seja pela sua história de desenvolvimento sustentável em uma região do estado sem clubes profissionais, a sua ascensão em caráter fulminante ou mesmo a necessidade de superação em uma tragédia devastadora. 

Logo depois da fusão entre Clube Atlético de Chapecó e Clube Independente, a presença da Chape se tornou marcante por medidas de rápido resultado. Já na segunda parte da década de 70, um título estadual com três anos de existência em meio a clubes muito mais estruturados de Santa Catarina. Mal sabiam todos o que aquele "ousado" índio Condá iria aprontar.




E MAIS:
Nos anos 2000 e principalmente na década de 2010 adiante, um projeto ambicioso de subir degraus penosos, mas recompensadores de divisões nacionais com manutenção e investimentos que respeitassem uma austeridade financeira considerável. Não deu apenas certo, foi a verdadeira receita do sucesso que, em quatro anos, levou a equipe regional ser uma equipe efetivamente nacional.

Quis o destino aprontar a desagradável peça do acidente aéreo em 2016 na trajetória que tinha tudo para ser escrita com um final feliz. A geração de Danilo, Gil, Cléber Santana, Dener, Ananias, Caio Júnior e muitos outros nomes foi ceifada pelas mãos do destino sem descartar a irresponsabilidade humana. Desistir? Decair? Degringolar? Isso, para o índio Condá, não são opções cogitáveis.

A equipe se reestruturou, passa por formações de elenco mais modestas, mas segue firme com a galhardia de um clube novo para os padrões nacionais. A idade é pequena, mas a garra Condá incrustada na cidade de Chapecó é gigantesca.

Facebook Lance Twitter Lance