Victor encontra Taffarel e mostra reverência ao ídolo do Galo e Seleção
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Victor encontra Taffarel e mostra reverência ao ídolo do Galo e Seleção

O encontro de ídolos: Victor, atual camisa 1, com Taffarel, que fez história com a camisa alvinegra
O encontro de ídolos: Victor, atual camisa 1, com Taffarel, que fez história com a camisa alvinegra- (Bruno Cantini/Atlético-MG)
Valinor Conteúdo - 30/06/2019 - 18:23
Belo Horizonte
Um encontro marcou o dia na Cidade do Galo. Dois ídolos do Atlético-MG trocaram afagos, deixando o torcedor alvinegro com saudades do passado, mas tranquilo com o presente da meta alvinegra.

O atual preparador de goleiros da Seleção Brasileira,Taffarel, foi recebido por Victor, que o presenteou com uma camisa personalizada durante a passagem da equipe brasileira pelo CT atleticano, onde se prepara para encarar a Argentina, pela semifinal da Copa América.

Taffarel está em casa, pois foi um dos grandes ídolos do Galo nos anos 1990, quando vestiu a camisa do clube mineiro. O arqueiro chegou para o time mineiro em 1995, um ano depois de ter sido tetracampeão do mundo na Copa dos Estados Unidos, em 1994.




E MAIS:
O momento, registrado pelo clube, tem outro aspecto interessante: Victor, que é o dono da mate do Galo, completou sete anos de clube exatamente no dia em que deu a camisa para Taffarel.

- Que honra entregar o manto a esse mito que inspirou muitas gerações de goleiro (inclusive a minha). Valeu, Taffarel! - escreveu o camisa 1 atleticano no Instagram. Taffarel devolveu a gentileza.

- Grande Victor, obrigado pelo carinho, essa camisa por 3 anos me deu muitos momentos bons, e continua agora contigo.

Duas passagens de sucesso

A história de Victor no Atlético-MG começou em junho de 2012, quando o clube o trouxe do Grêmio, iniciando uma trajetória de 416 partidas, com títulos, como a Libertadores e Copa do Brasil. O número de jogos poderá aumentar, já que o goleiro tem contrato com os mineiros até dezembro de 2020.

Já a trajetória de Taffarel no Galo aconteceu entre os anos de 1995 a 1998, ganhando Mineiros, uma Copa Centenário e um título da Copa Conmebol.

No período jogando em Minas, esteve nas Copas Américas de 1995, no Uruguai, sendo vice-campeão, 1997, na Bolívia, conquistando o título, além da Copa do Mundo de 1998, sendo decisivo para que o Brasil chegasse a mais uma final de Mundial, contra a França, que se sagraria campeã naquele ano. Pouco tempo depois da Copa do Mundo, foi vendido ao Galatasaray-TUR, mas o carinho do torcedor atleticano permaneceu ao longo dos anos.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance