Ricardo Oliveira não vê Tardelli como concorrente no ataque do Galo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Ricardo Oliveira não vê Tardelli como concorrente no ataque do Galo

Atlético-MG x Fluminense - Ricardo Oliveira
Ricardo vê Tardelli como aliado e não concorrente no ataque do Galo-(Bruno Cantini / Atletico)
Valinor Conteúdo - 11/03/2020 - 17:52
Belo Horizonte
O atacante Ricardo Oliveira foi um pedido do atual treinador do Galo, Jorge Sampaoli, quando ele comandava o Santos. Porém, o prestígio do centroavante de 39 anos parece ter diminuído com o novo comandante alvinegro, já que o argentino disse querer avaliar Ricardo para verificar sua utilidade para o atual elenco.

Entretanto, Ricardo mostra confiança e que ainda pode ser um jogador útil para a equipe alvinegra sob o comando de Sampaoli.

- É tudo diferente, é tudo novo, foi ano passado, já fica no esquecimento. Agora, que o Sampaoli está aqui, preciso demonstrar todos os dias, nos treinamentos, que tenho condições de ajudá-lo, de dar a resposta que ele precisa e quer, mas também que o time necessita, o torcedor espera, a diretoria espera. Estou tranquilo, venho treinando forte, joguei muito pouco neste início de temporada. Não me vejo abaixo fisicamente. Nos momentos que foi necessário entrar, dei uma resposta boa fisicamente. Estou muito bem preparado-disse.

A confiança de Ricardo Oliveira se fortalece no estilo de jogo prometido por Sampaoli para o Galo, o que favorece aos atacantes, aumentando suas chances de balançar as redes.

- Quando a gente consegue criar as oportunidades para um 9, aí você pode questionar a qualidade dele. Quando ele tem três, quatro oportunidades num jogo e não consegue fazer, aí sim você pode questionar. Quando ele não tem, fica difícil questionar. Quando o time cria, certamente ele vai ter oportunidades de fazer gols. O time dele (Sampaoli) é um time que joga pra frente, cria bastante - explicou.

Sem disputa com Tardelli

A chegada de Diego Tardelli para a sua terceira passagem pelo Atlético-MG trouxe uma expectativa do torcedor em ver o ídolo novamente em campo, mas também de ter uma nova referência para o ataque, gerando uma disputa pela posição.


E MAIS:
Apesar de Tardelli poder atuar como homem centralizado no ataque, Ricardo Oliveira não o vê como concorrente no ataque, mas sim como complementares, já que possuem características de jogo diferentes, na visão de Oliveira.

- O Diego é um baita jogador, ídolo da torcida, do clube, ganhou campeonatos importantes. Jogador de qualidade, precisamos de jogadores de qualidade do nosso lado. Não vejo o Tardelli como um concorrente. Vejo que temos características diferentes. O Diego tem essa característica de um segundo atacante, um cara que sai bastante da área, constrói bastante, que chega muito bem na área. Difícil encontrar jogadores com essa característica, que chegam tão bem, como ele chega, por trás. Lembro da passagem que ele teve aqui, com o Jô. O Jô era o cara de referência, ele tinha o Ronaldinho, ele fazia muito bem, fazia muitos gols. Essa combinação com o cara de referência deu muito certo - disse, para explicar em seguida que a vinda de Diego fortalece o elenco atleticano. .

- Ele também joga nessa posição (camisa 9). Vejo que estamos nos fortalecendo com a chegada do Diego. Ele está adquirindo a melhor forma física. Tenho certeza que ele vai nos ajudar muito. Vai dar tudo aquilo que todos esperamos dele, aquilo que ele já demonstrou que sabe fazer. Com o apoio do torcedor, certamente ele vai desfrutar muito neste ano aqui e nos ajudar bastante. Dentro disso, dessa ideia que a gente está brigando pela posição, é tudo muito sadio, muito válido. Jogando com o Diego, jogando com um centroavante de referência, com dois centroavantes... O mais importante é que dê liga, pra que o coletivo sobressaia e a gente consiga fazer grandes jogos - completou Ricardo Oliveira.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance