Alexandre Mattos desiste de clube inglês e se aproxima do Atlético-MG
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Alexandre Mattos desiste de clube inglês e se aproxima do Atlético-MG

Alexandre Mattos
Mattos esteve reunido com a direção do Galo na última semana e um acordo pode ocorrer-(Cesar Greco)
Valinor Conteúdo - 11/03/2020 - 16:35
Belo Horizonte
O executivo de futebol, Alexandre Mattos, poderá ser o próximo diretor de futebol do Atlético-MG. Mattos, que estava a caminho da Inglaterra para dirigir o futebol do Reading, clube da segunda divisão, desistiu da empreitada na Terra da Rainha.

Com a não ida para o futebol inglês, Alexandre Mattos, que tem a preferência de Sérgio Sette Câmara para assumir o futebol alvinegro, poderá encaminhar um acordo com o Galo, com quem se reuniu na última semana, em Belo Horizonte.

Alexandre Mattos pode se reunir com o presidente do Galo na próxima semana para tentar o acerto e virar o novo diretor de futebol, no lugar de Rui Costa, demitido após as eliminações na Copa do Brasil e Sul-Americana.

O cenário de Mattos ficando no Brasil mudou com a dificuldade do dirigente obter visto de trabalho na Inglaterra. A saída dos britânicos da União Europeia e a epidemia mundial do Coronavírus, também determinaram a permanência de Mattos no Brasil.


E MAIS:
Mattos quase trabalhou em Minas este ano, quando foi convidado pelo núcleo gestor do Cruzeiro para ajudar no departamento de futebol enquanto aguardava sua ida para a Inglaterra. Com a saída de Pedro Lourenço do núcleo, Mattos, por lealdade, também saiu da Raposa e está sem atuar no futebol desde então. Antes, já havia deixado o cargo no Palmeiras, quando foi demitido pelo clube paulista.

A assessoria de Alexandre Mattos enviou um comunicado sobre a não ida para assumir o Reading

Como é de conhecimento da mídia esportiva fui convidado para ser o diretor executivo do Reading Football Club, da Inglaterra. No momento em que houve o convite comecei a cuidar de toda a parte burocrática para conseguir o visto de trabalho, porém vários fatores têm retardado o processo causando indefinição do prazo da obtenção da permissão.

Além disso, o Coronavírus cria mais dificuldade em todo o processo. Tendo em vista importantes decisões esportivas que precisam ser tomadas e que seriam de minha responsabilidade, sem causar nenhum prejuízo ao investidor e ao Reading, preciso deixar o Clube e seu proprietário inteiramente livres para que possa ser tomada a decisão de buscar um outro profissional no mercado imediatamente.

Quero aproveitar a oportunidade para agradecer o interesse no meu trabalho e dizer às pessoas que me fizeram esse honroso convite que sempre estarei à disposição, e desde já torcendo para que tudo dê certo para o Reading.



E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance