Há o que festejar? Postura do São Paulo é alento para próximas rodadas
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Há o que festejar? Postura do São Paulo é alento para próximas rodadas

Atlético MG x São Paulo
No detalhe, jogadores do São Paulo competem por espaço no meio dos defensores do Atlético-MG (Rodney Costa/Eleven)
Yago Rudá - 06/09/2018 - 07:45
São Paulo (SP)
Seis rodadas após assumir a liderança do Campeonato Brasileiro, o São Paulo a deixou escapar para o Internacional. Depois de empatar contra o Fluminense, no domingo, e perder para o Atlético-MG, na noite da última quarta, o Tricolor poderia ter vários e vários motivos para lamentar sua nova posição na tabela. A conduta da equipe, no entanto, mostra que o torcedor pode se manter confiante. Afinal, o time não vai se entregar tão fácil.

Jogando no Independência, um dos estádios mais hostis do futebol brasileiro, o time comandado pelo técnico Diego Aguirre não se deixou abater em nem um momento sequer pelo gol sofrido no início da partida. Mesmo com a desvantagem no marcador, o São Paulo se lançou de forma organizada ao ataque e criou 16 oportunidades de gol - exatamente o dobro criado pelo Galo, que jogava em casa.

Talvez, o Tricolor até tivesse empatado ou virado a partida em Belo Horizonte. O erro do árbitro Anderson Daronco ao não marcar pênalti ainda no início do segundo tempo no toque de mão de Leonardo Silva dentro da área, a dificuldade para furar a retranca mineira e a noite inspirada do goleiro Victor certamente contribuíram para o resultado.

O fato é que o São Paulo não se abateu com o empate e teve uma postura elogiável até o apito final. Tanto Reinaldo e Nenê pela esquerda, como Rojas pela direita e até mesmo com chegada de Liziero pelo meio, o time não se entregou diante do Atlético-MG. No fim, Tréllez teve uma excelente oportunidade, mas mandou a bola por cima da trave.

Exigente, o técnico Diego Aguirre certamente irá conversar bastante com seus jogadores nos próximos dias sobre a nova condição do Tricolor no Brasileirão. Agora precisando perseguir o Internacional e com o alerta ligado por conta da aproximação do Palmeiras, o São Paulo não deve baixar a guarda. O time deslizou nas duas últimas rodadas, mas o que foi demonstrado em campo deixa claro que a equipe se mantém forte na briga pelo título da principal competição do país.

- Sábado (contra o Bahia) já temos mais um desafio, e não permitiremos que essa derrota abale a equipe. O jogo no Independência nos fortaleceu, sem dúvida, e superaremos este revés. Nosso time já tem uma identidade, está unido e seguirá firme na temporada - afirmou o zagueiro Bruno Alves, ainda nas dependências do Independência.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance