Dodô cita Itália e Felipe Melo e quer Santos com mentalidade vencedora
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Dodô cita Itália e Felipe Melo e quer Santos com mentalidade vencedora

Dodô e Jair Ventura
Conversas com Jair têm ajudado Dodô a ter ainda mais certeza sobre seus aprendizados (Foto: Ivan Storti/Santos)
LANCE! - 09/03/2018 - 17:47
Santos (SP)
Recém-chegado ao Santos, o lateral-esquerdo Dodô estreou na última quarta-feira, contra o Novorizontino, e mostrou saber qual o caminho a seguir no clube alvinegro: quer o elenco com uma mentalidade vencedora, algo fundamental para alcançar os objetivos, em sua opinião. Para explicar tal necessidade, falou nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé, sobre seus cinco anos de aprendizados na Itália e citou até mesmo o volante Felipe Melo, do Palmeiras, companheiro de elenco nos tempos de Inter de Milão, para justificá-los - Roma e Sampdoria foram os outros times do ala do Peixe.

- Aprendi muito na Itália com depoimentos, livros, que o esporte é feito da parte mental. Preparação física, técnica e tática é feita coletivamente, times se preparam bem, mas lado mental é muito importante. Se incomoda? Imagino que incomode. E penso que sim. Tem que incomodar. Jogador e time tem que pensar em vencer. Felipe Melo foi meu companheiro na Inter, vi uma matéria dele falando que o vestiário fica triste em derrota. Time tem que se incomodar em não vencer. Seja coletivo, treino ou jogo - ponderou o lateral, que estreou no Peixe com derrota para o Novorizontino.

- Campo alagado, altitude, tem que incomodar em qualquer circunstância. Mentalidade vencedora leva longe. Álibi não é bom, uma desculpa, mesmo que seja difícil... Não é bom. Esse salto de qualidade é feito na mente. Jair passa isso. Não procurar álibi. Procurar vencer - completou, citando as conversas com o técnico santista. 

Estratégia
Em seu jogo de estreia, Dodô cobrou falta que terminou em gol de Yuri Alberto. Para o lateral, as jogadas com bola parada tendem a ser aliadas do Santos nos próximos jogos. 

- Bola parada tem se mostrado muito efetiva. Tenho acompanhado Libertadores e muitos gols são feitos. Equipes brasileiras sofreram. E tenho treinado bastante ao longo dos anos. Jair define se é pra área ou direto. Ajudei na falta, mas Guedes e Jean batem bem. Com estatura na defesa, poder ofensivo na bola aérea é muito bom. Temos potencial grande nas bolas paradas - analisou o camisa 16. 

O Santos volta a campo neste domingo, na Vila Belmiro, para enfrentar o São Bento, pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista. O Peixe já está classificado às quartas de final da competição, mas precisa vencer para ficar com a primeira colocação do Grupo D sem depender de outros resultados.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance