Com time titular 'mesclado', Jair vê Santos evoluir após clássico
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com time titular 'mesclado', Jair vê Santos evoluir após clássico

Jair Ventura
Jair Ventura vê Santos evoluir após clássico (Foto: Ivan Storti)
LANCE! - 08/02/2018 - 15:05
Santos (SP)
Apesar da derrota por 2 a 1 para o Palmeiras, no último domingo, o técnico Jair Ventura vê evolução no elenco do Santos. O treinador acredita que reformular o time não é tarefa fácil e se satisfez com o desempenho do time no clássico. De acordo com o comandante, o Peixe é o time com mais posse de bola e passes certos no campeonato, além de melhor em dribles.

- Enfrentamos o Palmeiras, fora, torcida única, e acabamos com seis jogadores formados na base. É uma coisa que temos que exaltar. Santos sendo o Santos, não é fácil não. Enfrentar jogadores experientes do Palmeiras, com força financeira... Perdemos? Perdemos, mas tivemos mais posse, botamos no chão, jogamos o jogo. Dentro das mudanças todas, conseguimos ver algumas coisas evoluindo. Podemos ver evolução em quesitos, números. Números não são subjetivos. Começamos com menos seis do ano passado. Seis é mais do que a metade do time. Ferraz, Zeca e Veríssimo na linha de Três. Oliveira e Lucas, além do Bruno Henrique. Parece um pouco de desculpa, mas são menos seis titulares. Trabalho está começando do zero e conseguimos ver coisas boas. Santos é quem tem mais posse de bola e toca no campeonato, o melhor no drible, o melhor nas disputas ofensivas. Estamos vendo evolução. Estamos invictos e ganhamos todas? Não, mas tirando primeiro tempo do Ituano, vejo evolução boa. Vejo regularidade, tirando um tempo. Resultados não foram os melhores, queríamos a vitória, mas vemos evolução, equipe jovem, meninos da base, chegando mais dois e o Gabriel, um ex-menino e repatriado. A esperança é que podemos fazer um grande ano - explicou.

Por gostar de trabalhar com os mais jovens, o treinador aposta na base, da qual já promoveu Lucas Lourenço, Victor Yan, Emerson, Robson Bambu, Matheus Guedes e Guilherme Nunes.

Com apenas três contratações na temporada (Romário, Eduardo Sasha e Gabigol), Jair repete o que fez no Botafogo e utiliza os jogadores à sua disposição. Para ele, a mescla entre os atletas mais experientes e os Meninos da Vila é a equipe titular ideal.

- Continuamos trabalhando, mesmo com a força da base. A mescla é ideal. Estamos no mercado. Enquanto não conseguimos resolver, vamos usando os meninos e mostrando qualidade. Oportunizando. Não adianta fechar uma equipe. Vou precisar na Libertadores e não posso saber a resposta que poderão me dar. Tenho que achar um time ideal e reforços ideais. Não posso pensar micro, mas macro. Isso está no planejamento. Não tem como fazer se não dermos rodagem e observamos todos os atletas. Relação na Libertadores é curta, não tem lista B no Paulista, parabenizo a Federação. Temos número X e precisamos definir entre meninos e experientes. É hora de extrair e ver o que o Santos tem de melhor no ano - concluiu.

Para enfrentar a Ferroviária no sábado, às 16h30, no estádio Fonte Luminosa, o Alvinegro deve ir a campo com Vanderlei; Daniel Guedes, Robson Bambu, David Braz e Caju; Matheus Jesus, Renato e Vecchio; Arthur Gomes, Rodrygo e Eduardo Sasha (Gabigol)

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance