Duelo à parte! As motivações dos guardiões de Bota e Flu no clássico
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Duelo à parte! As motivações dos guardiões de Bota e Flu no clássico

  •  montagem - Jefferson (Botafogo) + Júlio César (Flu)
    Jefferson e Júlio César duelam às 20h desta segunda-feira (Fotos: Vitor Silva/SSPress/Botafogo e Lucas Merçon / Fluminense F.C.)
  •  Jefferson - Botafogo
    Imagens de Jefferson pelo Botafogo (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)
  •  Jefferson - Botafogo
    Imagens de Jefferson pelo Botafogo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
  •  Jefferson - Botafogo
    Imagens de Jefferson pelo Botafogo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
  •  Julio Cesar - Fluminense
    Imagens de Júlio César pelo Fluminense (Foto: Celso Pupo/Fotoarena)
  •  Julio Cesar
    Imagens de Júlio César pelo Fluminense (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
  •  Júlio César
    Imagens de Júlio César pelo Fluminense (Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.)
Alexandre Araújo e Lazlo Dalfovo - 14/05/2018 - 10:10
Rio de Janeiro (RJ)
Se todo time começa com um bom goleiro, Botafogo e Fluminense podem se orgulhar de terem guardiões confiáveis em suas respectivas metas. Portanto, para o clássico desta segunda-feira, às 20h (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, os cariocas terão que caprichar na pontaria para que o Clássico Vovô seja um atrativo no quesito bolas na rede.

Do lado alvinegro, o ídolo Jefferson atuará em um de seus últimos clássicos na carreira, pois já afirmou que encerrará a carreira ao fim da temporada e, quando Gatito Fernández retornar de lesão no punho, tende a voltar ao banco de reservas.

O goleiro de 35 anos vem de uma semana oscilante. Domingo passado, fez belas defesas contra o Cruzeiro, evitando uma derrota pesada. Já na quarta última, vacilou no lance de gol do Audax Italiano-CHI, pela Sul-Americana, algo que não deve afetar a confiança de Jefferson, que tem admitido, com uma certa frequência, a sua motivação por se tornar o terceiro jogador que mais vestiu a camisa do Glorioso - tem 448 e faltam seis jogos para superar Valtencir.

- No Botafogo, tenho uma história diferente e muito bonita. Estou caminhando para ser o terceiro jogador que mais vestiu a camisa do Botafogo, além de ser o recordista no gol. Não me considero o melhor, mas estou no top 3, no pódio. Isso que é importante, poder deixar a história, um legado para os filhos, netos. Isso é lindo - disse Jefferson, em recente entrevista ao LANCE!.

EVOLUÇÃO E CONFIANÇA

Já do outro, o visitante Fluminense também conta um camisa 1 (ou 22, na numeração fixa) em ótima fase e com motivação de fazer outra partida exemplar contra a ex-equipe. Pela final da Taça Rio deste ano, Júlio César foi muito bem e ainda viu o Tricolor aplicar um respeitável 3 a 0. 

Mesmo não tendo o tempo de casa que Jefferson tem no rival, Júlio já está desde 2014 nas Laranjeiras. Mas somente neste ano, sem a concorrência de Diego Cavalieri, é que o goleiro ex-Botafogo conquistou a confiança e admiração dos tricolores, que o chamam de "melhor do Brasil" com frequência.

- O Júlio vem em uma crescente. Ano passado, tinha a sombra do Cavalieri, que foi um monstro, um dos maiores goleiros que já vestiu a camisa do Fluminense. Isso inibia o Júlio, que sempre teve potencial, sempre foi um rapaz trabalhador, profissional e equilibrado, mas não conseguia... Com a saída do Cavalieri, ele se soltou mais, está mais livre. Com a chegada do Rodolfo, houve competição. Temos o Rodolfo e o Marcos, ambos com potencial grande. Isso fez ele crescer e o Júlio hoje é dono da posição. É um goleiro equilibrado e seguro - analisou Marquinhos Lopes, preparador de goleiros do clube, também ao L!. 

O jogo entre os times de Jefferson e Júlio César será realizado às 20h (de Brasília) desta segunda-feira, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. 


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance