João Carlos e Henrique Dourado querem afastar a pressão no clássico
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

João Carlos e Henrique Dourado querem afastar a pressão no clássico

Montagem do João Carlos, do Fluminense, com o Dourado, do Flamengo
João Carlos, do Fluminense, e Henrique Dourado, do Flamengo (Foto: Guilherme Artigas/Fotoarena e Gilvan de Souza / Flamengo)
LANCE! - 07/06/2018 - 07:30
Brasília (DF)
O Fluminense, apesar da derrota na última rodada, surpreendeu nesse início de Brasileirão e o Flamengo é o atual líder do campeonato. No entanto, há dois jogadores que entram em campo muito pressionados para o clássico desta quinta-feira, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. De um lado, João Carlos tem a missão de fazer a torcida tricolor sentir um pouco menos a falta de Pedro, artilheiro do time. Do outro, Henrique Dourado está há nove partidas sem marcar e vem sendo contestado pelos rubro-negros. A partida será às 20h e terá transmissão em tempo real do LANCE!.

A vida do atacante do Flu mudou depois que Pedro, titular absoluto e destaque da equipe de Abel Braga, se lesionou contra o Grêmio, em Porto Alegre. Naquela partida, ele entrou aos 12 minutos do segundo tempo, pela proposta mais defensiva do tricolor, quase não conseguiu receber a bola. No duelo com o Paraná, ele atuou durante os 90 minutos e também não fez muito. Em noite com pouca inspiração do Fluminense, o camisa 29 teve apenas dois lances de maior brilho.

- Pedro vinha em um momento muito bom. Mas não é justo com quem joga valorizar a ausência. João tentou tudo. A bola chegou muito pouco - analisou Abel após a derrota em Curitiba.

Para Dourado, além do reencontro com o ex-clube, com quem saiu em um clima não muito amistoso, ele ainda tem o peso de voltar a viver sua fase artilheira. No clássico, o camisa 19 tentará não igualar o maior jejum pelo Flu, quando ficou dez jogos sem fazer gol, entre agosto de 2016 e janeiro de 2017. Além disso, ele saiu vaiado contra o Corinthians, no Maracanã, e viu Felipe Vizeu, seu substituto, marcar o gol da vitória do Fla.

- Sabemos que é difícil um cara como o Dourado, artilheiro do Brasileiro, ficar vários jogos sem gols. Mas é um cara focado, treina muito. Isso é uma fase. Também me sinto culpado. Ele não tem tido várias chances. Passa por toda a equipe. O importante é que estamos vencendo, e ele tem ajudado - afirmou Renê, lateral do Flamengo.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance