Após voltar da seleção, Marcos Paulo entra e muda desempenho do Flu
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Após voltar da seleção, Marcos Paulo entra e muda desempenho do Flu

Fluminense x Flamengo - Marcos Paulo
Marcos Paulo entrou no segundo tempo do duelo (Foto: Marcelo de Jesus / RAW-IMAGE)
Sergio Santana - 10/06/2019 - 07:00
Rio de Janeiro (RJ)
A base continua a dar frutos na equipe principal do Fluminense. Depois de João Pedro, outro atleta das categorias inferiores que vem ganhando cada vez mais espaço com Fernando Diniz é Marcos Paulo. Contra o Flamengo, em partida disputada no último domingo, o camisa 32 teve uma atuação fundamental - foi um dos responsáveis pela melhora do Tricolor no segundo tempo.

A semana de Marcos Paulo, inclusive, foi marcada por acontecimentos um tanto quanto distantes um do outro. Na última terça-feira, ele estava na França, marcando um dos gols de Portugal na vitória de 3 a 2 sobre a Inglaterra, pelo Torneio de Toulon. O atleta do Fluminense é constantemente convocado pela seleção lusitana e marcou presença no torneio.

Teoricamente, Marcos Paulo seria um desfalque para Fernando Diniz até o fim da Copa América, mas o treinador, diante dos desfalques por lesão, solicitou o retorno do atleta junto à Federação Portuguesa, que acatou o pedido. Às pressas, o atleta de 18 anos voltou para o Rio de Janeiro, participou dos treinos de sexta-feira e sábado e foi relacionado para o clássico contra o Flamengo.



E MAIS:
A partida do Maracanã
O clássico foi divido no primeiro tempo: nos 15 minutos iniciais, o Fluminense foi melhor, o Flamengo evoluiu e controlou as ações nos 15 seguintes e o jogo ficou equilibrado na reta final da etapa. No intervalo, Fernando Diniz optou por colocar Marcos Paulo no lugar de Brenner.

O camisa 32 mudou a partida para o Fluminense positivamente. Pelo lado esquerdo, Marcos Paulo alternou entre o flanco e o centro, buscando a entrada da área e contribuindo com o jogo com bons passes. Em duas oportunidades, recebeu com liberdade, limpou a marcação e obrigou Diego Alves a fazer grandes defesas, evitando o gol do Tricolor.

- Na verdade, não era nem para ele ter ido (para a seleção de Portugal). Ele estava em Toulon, a gente pediu e ele foi gentilmente cedido pela seleção portuguesa. Ele entrou, jogou muito bem, poderia ter feito gol e ter sido decisivo. Analisando a partida dele, ele foi muito bem, é um jogador que eu aposto muito - analisou Fernando Diniz, após a partida.

Marcos Paulo vem mostrando, jogo após jogo, que está em constante evolução. O pedido de liberação junto à Federação Portuguesa mostra que o jogador faz partes dos planos de Fernando Diniz e do departamento de futebol. Depois de João Pedro, outro jogador das categorias de base deve se tornar figurinha repetida nas escalações do Fluminense.

Facebook Lance Twitter Lance