Jesualdo não teme ser demitido do Santos após eliminação no Paulista: 'A mim não preocupa'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Jesualdo não teme ser demitido do Santos após eliminação no Paulista: 'A mim não preocupa'

Jesualdo Ferreira
Jesualdo Ferreira chegou ao seu 15º jogo no comando do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Fábio Lázaro - 31/07/2020 - 02:09
Santos (SP)
Jesualdo Ferreira é alvo de críticas da torcida do Santos desde o seu primeiro jogo à frente do clube. Sem vencer desde a retomada do futebol em São Paulo, parado por mais de quatro meses por conta da pandemia do novo coronavírus, e eliminado no Campeonato Paulista nesta quinta-feira, após perder por 3 a 1, de virada, para a Ponte Preta, na Vila Belmiro, nas quartas de final da competição, o treinador português garantiu que não teme uma possível decisão da diretoria pelo seu desligamento.

– A mim, não temo. A diretoria está à vontade para fazer o melhor para o Santos. Nem sequer me preocupa. Honestamente, façam o que quiser – disse em entrevista coletiva virtual concedida após a partida.

O técnico já pensa no trabalho que segue e na temporada que será atípica e se encerrará apenas no início de 2021, para isso ele espera o elenco fechado e confiante.

– O Santos tem várias competições pela frente, tem três, e tem muitos jogos e não pode perder sem começar propriamente o trabalho, de 14 jogos, de 15 jogos, para 60 ou 70 ainda vai uma grande diferença porque ainda tem muito tempo para poder recuperar. Acima de tudo, eu não amito que alguém desista, porque eu não desisto – afirmou.

Entre os fatores que Jesualdo admite ter que se atentar é o emocional da equipe, que sofreu três viradas nas últimas quatro partidas e em todas elas teve jogadores expulsos, que influenciaram diretamente no desempenho do time em campo com um homem a menos.

–A partir de um determinado momento, há muita que acontece que é normal, e foi o que aconteceu e aconteceu no último jogo também. Para mim, é claramente uma questão mental, de instabilidade emocional, que está a nos prejudicar e temos que contrariar rapidamente. – pontuou.

Com a eliminação no Paulistão, o Santos tera nove dias sem jogos oficiais, voltando a campo apenas no dia 9 de agosto, quando recebe o Red Bull Bragantino pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance