Gestor do Santos coloca julho como 'mês decisivo' para quitar débitos
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Gestor do Santos coloca julho como 'mês decisivo' para quitar débitos

Cléber Reis
Santos pretende pagar dívida de Cléber Reis nos primeiros dias de julho (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Gabriel Santos - 23/06/2020 - 10:30
Santos (SP)
O membro do Comitê de Gestão, Pedro Doria, afirmou que o início de mês de julho será importante para a quitação de diversas dividas, entre elas a de Cléber Reis, que está na FIFA e bloqueia o Santos de registrar novos jogadores. 

- O Santos tem compromissos que se arrastam por décadas no clube, como o Cléber Reis. Pretendemos resolver a maior parte deles agora, na primeira semana de julho. Nós temos pleitos e pendências em vias de firmar acordo na FIFA. O mês de julho será importante porque viveremos a retomada do futebol, mesmo de forma gradual - afirmou, em live no Instagram com o jornalista Fellipe Camargo. 


O gestor do Santos afirmou também, que o Peixe não corre risco de perder pontos por conta das dívidas na entidade máxima do futebol, assim como ocorreu com o Cruzeiro. 

- A gente não corre risco de perder pontos. Quem acompanha o regulamento da FIFA sabe que em 2017 ela mudou. O que é conquistado no campo, é mantido no campo. A única penalidade extrema que ela dá é o 'transfer ban', que é o bloqueio de transações entre atletas até que se resolva o débito. Isso é um ponto crucial - disse o membro do Comitê de Gestão. 

Vale lembrar que Cléber Reis foi contratado pelo Santos há três temporadas, ainda sob a gestão do ex-presidente santista, Modesto Roma Júnior. No entanto, o cartola deixou o comando do clube sem pagar ao Hamburgo os 2,5 milhões de euros (R$ 9,1 milhões à época) acordado com a equipe europeia. Hoje, com os juros, a quantia chega a 4,1 mi de euros (R$ 26 milhões na cotação atual).

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance