Antes de vacinação no Allianz, saiba quando Palmeiras 'virou hospital'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Antes de vacinação no Allianz, saiba quando Palmeiras 'virou hospital'

Allianz Parque
Allianz Parque receberá campanha de vacinação contra a gripe influenza nesta segunda (Thiago Ferri/Lancepress!)
LANCE! - 22/03/2020 - 08:00
São Paulo (SP)
Nesta segunda-feira, exatamente uma semana após anunciar a paralisação por tempo indeterminado de suas atividades, o Allianz Parque será uma das sedes da campanha de vacinação contra a gripe influenza. Uma participação direita em meio ao surto do coronavírus, como o Palmeiras, então chamado Palestra Itália, fez há mais de 100 anos durante outra pandemia, da gripe espanhola.

Em 1918, no auge da Influenza Hespanhola, o Palestra cedeu a antiga sala social do clube, localizada no centro da capital paulista, para abrigar leitos para pacientes em tratamento da gripe. Segundo o historiador do Palmeiras, Fernando Galuppo, foram abertas 30 vagas para atendimentos, com anuência e apoio da Cruz Vermelha Brasileira. O clube ainda doou 500 mil réis mensais, por três meses, a órgãos de saúde para ajudar em outros custos.



E MAIS:
Segundo registros de 1918 informados por Galuppo, quase 153 mil dos cerca de 411 mil habitantes da cidade de São Paulo adquiriram a gripe espanhola - o que representa 37,2%. A doença gerou 2.756 óbitos na capital, em uma assustadora taxa de mortalidade de quase 2% dos infectados.

Além de ceder sua sede social, o Palestra Itália juntou-se a empresários do setor privado para formar a Comissão de Socorro Estado-Fanfulla. O grupo servia de apoio para abastecimento com alimentos para enfermos e suas famílias, além de conseguir ambulâncias para transporte para tratamento.

Na época, o Campeonato Paulista ficou paralisado por dois meses. O historiador do Palmeiras conta que, em 20 de outubro de 2018, uma hora antes de as partidas da rodada começarem, agentes sanitários chegaram para impedir a realização dos jogos, dispersando torcedores presentes. Tudo para evitar aglomerações, exatamente a preocupação de hoje com o coronavírus.

O Estadual foi retomado em dezembro, mas com o cuidado de as partidas terem dez minutos a menos: passaram a ser dois tempos de 35 minutos cada - na época, jogava-se 40 minutos por tempo. A preocupação era preservar a saúde dos atletas após a pandemia. O Paulistano ganhou o título, em janeiro.

Nesta segunda-feira, quase 102 anos depois, o Allianz Parque, estádio do Palmeiras, fará parte da campanha de vacinação contra a gripe influenza. Haverá uma estrutura no portão A, exclusiva a quem é cadastrado no posto de saúde também localizado na Rua Palestra Italia. Ou seja: a ação, organizada em conjunto com a Prefeitura de São Paulo e antecipada pelo Ministério da Saúde, não será aberta ao público em geral.

Segundo a Prefeitura, os grupos prioritários serão incluídos gradualmente:

1° etapa - 23/03 - Idosos (60 e + anos) e trabalhador da saúde.
2° etapa - 16/04 - Professores, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e forças de segurança e salvamento
3° etapa - 09/05 - Crianças ( 6 meses a menores de 6 anos), gestantes, puerperas, povos indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, adultos de 55 a 59 anos de idade.

A campanha está prevista para seguir até o dia 22 de maio.


Facebook Lance Twitter Lance