Sport, jogando bem, sai com vitória diante do Londrina no Estádio do Café
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Sport, jogando bem, sai com vitória diante do Londrina no Estádio do Café

Londrina x Sport
Foto: Reprodução/SporTV
Futebol Latino - 24/09/2019 - 21:12
Londrina (PR)
Mostrando bom futebol, o Sport foi até o Estádio do Café e bateu o Londrina por 2 a 1 no interior paranaense em jogo pela 24ª Rodada da Série B do Brasileirão.

O placar serviu para o time de Pernambuco "colar" no Atlético-GO, segundo colocado e com uma vitória a mais, e deixa o Tubarão em situação onde o Z4 se torna uma realidade cada vez mais próxima.

O PRIMEIRO QUE ORGANIZOU, GUARDOU

A partida se desenvolvia com os dois times mostrando disposição para diminuir bastante o espaço do adversário em criar oportunidades já desde a saída de bola. Porém, faltava o passe mais preciso que, efetivamente, colocaria os atacantes em condições mais limpas de finalizar contra as metas de Emerson e Maílson. Quem "resolveu" esse problema no sistema de armação dos pernambucanos foi Leandrinho que, em bola enfiada com muita precisão para a arrancada de Hernane Brocador, viu o camisa 9 ganhar a jogada do zagueiro Lucas Costa e bateu alto, longe do alcance do goleiro londrinense, abrindo o placar no interior do estado do Paraná aos 11 minutos.

E QUEM SEGURA?

Além de bastante baseado em usar as laterais para alçar a bola na área e explorar a impulsão de Léo Passos, recurso onde aos 24 minutos levou bastante perigo em cabeçada que Maílson ficou apenas torcendo no centro do gol, uma saída em velocidade e habilidade de Luidy quase deixou tudo igual no Café. Saindo desde o meio-campo com a bola dominada, o camisa 7 foi deixando todo mundo pra trás e bateu de bico, criando dificuldade para o goleiro Maílson que espalmou e viu a zaga afastar o perigo com Rafael Thyere para escanteio.

GOLEIROS MARCANDO A DIFERENÇA

Com a necessidade do Tubarão em se expôr mais para buscar a igualdade, o time visitante via bastante espaço para ser utilizado nas costas da defesa e, em jogada rápida, Sander trocou passes com Guilherme e, na hora de bater pro gol, não contava com grande intervenção de Emerson. Do outro lado, com dificuldade para levar perigo na bola rolando, a bola parada parecia ser a arma mais eficiente do Londrina e, em cobrança com muito efeito de Higor Leite, Maílson foi buscar se esticando todo em maravilhosa defesa. 

ÂNIMO PRO INTERVALO

Quando parecia que dificilmente o panorama mudaria até o apito do fim na primeira etapa, aos 45 minutos Juninho cobrou falta vindo do lado direito e Germano, subindo com relativa liberdade, testou para vencer o arqueiro pernambucano. Muita reclamação da zaga do Sport que pedia, sem razão, impedimento do meio-campista.

E MAIS:
CHANCES DE OURO NÃO CONVERTIDAS

Se até então o segundo tempo havia começado de maneira menos criativa que foi o primeiro, em dois lances quase que consecutivos o Rubro-Negro da Praça da Bandeira não aproveitou oportunidades incríveis de novamente passar a frente do marcador.

Com 10 minutos, Yan saiu em velocidade, driblou dois marcadores e bateu de maneira muito perigosa ao lado direito do gol de Emerson. Aos 13, um lance ainda mais incrível aconteceu quando Leandrinho se aproveitou da saída errada na defesa do Londrina e tocou para Hernane, com tempo pra olhar o goleiro e escolher o canto, bater ao lado da meta.

FAZ E ME ABRAÇ... NÃO!

Outra oportunidade criada na base do bom trabalho de bola e movimentação coordenada do Leão, mas pecando no momento de finalizar, foi criada aos 23 minutos com o cruzamento de Sander vindo da lateral-esquerda e, com a ajeitada de Hernane de cabeça, Leandrinho ficaria frente a frente com Emerson. Porém, o meia tento bater de primeira e isolou bola que tinha totais condições de ir pras redes.

DE TANTO INSISTIR...

Mais consistente e coerente nas suas investidas, a impressão de que o time de Recife estava mais próximo de desempatar o confronto do que o contrário se concretizou aos 35 minutos quando, ao tentar alcançar passe dentro da área, Hernane foi puxado por Augusto, pênalti assinalado pela arbitragem. Na batida, Guilherme mostrou segurança para mandar no extremo canto esquerdo de Emerson, 2 a 1.

Facebook Lance Twitter Lance