Disputas abertas e indefinições: Fluminense repetiu a escalação só duas vezes em 2020
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Disputas abertas e indefinições: Fluminense repetiu a escalação só duas vezes em 2020

Odair Hellmann - Treino Fluminense
Odair ainda não encontrou uma formação que seja a ideal no Fluminense (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Luiza Sá - 19/05/2020 - 06:00
Rio de Janeiro (RJ)
Bom rendimento no Campeonato Carioca, eliminação na Sul-Americana e dificuldades na Copa do Brasil. Assim vinha sendo o ano do Fluminense antes da paralisação causada pela pandemia do novo coronavírus. Nos 15 jogos disputados, foram 30 jogadores utilizados e apenas duas repetições nas escalações, evidenciando uma falta de sequência no time. Alguns fatores explicam essa mudança constante. Um deles é a mudança não só no treinador, mas em muitos jogadores do elenco principal. Portanto, o trabalho foi iniciado praticamente do zero. 

O técnico Odair Hellmann conseguiu repetir duas formações nesse período que esteve à frente do Flu. Primeiro, na vitória por 1 a 0 contra o Flamengo e depois no empate por 1 a 1 com o Unión La Calera, na Sul-Americana. Muriel; Gilberto, Digão, Luccas Claro e Egídio; Henrique, Hudson e Yago Felipe; Nenê, Miguel e Matheus Alessandro estavam naquele time. Depois, nos clássicos contra o Botafogo, com vitória por 3 a 0, e em mais um com o Fla, na derrota por 3 a 2. Nas ocasiões, os escolhidos foram Muriel, Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique, Yuri e Nenê; Wellington Silva, Marcos Paulo e Evanilson.

Dentre os atletas que começaram as partidas no banco de reservas e foram opções de Odair, o mais utilizado foi Paulo Henrique Ganso. Depois da estreia no início de fevereiro, ele entrou oito vezes em campo, nenhuma como titular. Em seguida, Fernando Pacheco foi seis vezes escolhido para entrar. Miguel e Caio Paulista tem com quatro jogos cada saindo da reserva. No entanto, Miguel, com 435 minutos, foi o que passou mais tempo em campo. Pacheco teve 280 minutos, Ganso jogou 158 e Caio 127.



Em algumas entrevistas ao longo dos primeiros meses do ano, o técnico do Flu deixou claro que não tem problemas em rodar o elenco pois entende que todas as escalações escolhidas "são as melhores que eu tenho à disposição naquele momento". Vale ressaltar que algumas lesões e constantes disputas pelas posições dificultaram no processo de apontar uma formação ideal.

E quem mais jogou?

A escalação com os jogadores mais utilizados teria Muriel (13 jogos, 1170 minutos); Gilberto (12 jogos, 1024 minutos), Luccas Claro (8 jogos, 720 minutos), Digão (10 jogos, 897 minutos) e Egídio (11 jogos, 990 minutos); Yago Felipe (10 jogos, 770 minutos), Hudson (10 jogos, 883 minutos), Henrique (7 jogos, 617 minutos) e Nenê (13 jogos, 1058 minutos); Marcos Paulo (10 jogos, 700 minutos) e Evanilson (9 jogos, 708 minutos).

Esta, no entanto, também não representa a escalação vista como ideal neste momento. No caso da zaga, a dupla que terminou como titular antes da parada tinha Nino e Matheus Ferraz. O primeiro esteve na Seleção Olímpica e, por isso, jogou menos jogos. O segundo retornou há pouco de lesão grave e ainda buscava maior sequência. No meio, existe a expectativa se Ganso e Nenê podem jogar juntos, e uma briga de Yuri por espaço. No ataque a tendência é que se utilize três nomes, com Wellington Silva e Fernando Pacheco no páreo. 

E MAIS:
Veja todas as escalações do Fluminense em 2020:

Cabofriense 0x1 Fluminense - Elcyr Resende - Taça Guanabara

Marcos Felipe, Gilberto, Matheus Ferraz, Luccas Claro e Orinho; Yuri (Pablo Dyego), Hudson, Dodi e Nenê; Lucas Barcelos (Matheus Alessandro) e Felippe Cardoso (Miguel).

Fluminense 2x0 Portuguesa - Maracanã - Taça Guanabara

Marcos Felipe, Gilberto (Igor Julião), Matheus Ferraz, Luccas Claro e Orinho; Hudson, Dodi e Nenê; Matheus Alessandro (Pablo Dyego), Lucas Barcelos e Felippe Cardoso (Miguel)

Bangu 1x5 Fluminense - Moça Bonita - Taça Guanabara
Muriel, Igor Julião, Digão, Luccas Claro e Orinho; Henrique, Yago Felipe (Gabriel Capixaba) e Dodi; Matheus Alessandro, Lucas Barcelos (Fellipe Cardoso) e Miguel (Matheus Pato)

Flamengo 0x1 Fluminense - Maracanã - Taça Guanabara
Muriel; Gilberto, Digão, Luccas Claro e Egídio; Henrique, Hudson (Dodi) e Yago; Nenê, Miguel (Felippe Cardoso) e Matheus Alessandro (Lucas Barcelos)

Fluminense 0x1 Boavista - Maracanã - Taça Guanabara
Muriel; Gilberto, Digão, Matheus Ferraz e Orinho; Yuri (Matheus Alessandro), Hudson e Gabriel Capixaba (Michel Araújo); Yago, Miguel e Felippe Cardoso (Nenê)

Fluminense 1x1 Unión La Calera - Maracanã - Sul-Americana
Muriel, Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique, Hudson, Yago Felipe (Marcos Paulo), Matheus Alessandro (Evanilson), Miguel (Michel Araújo); Nenê

Fluminense 3x0 Botafogo - Maracanã - Taça Guanabara
Muriel, Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique, Yuri (Fernando Pacheco) e Nenê (Ganso); Wellington Silva (Caio Paulista), Marcos Paulo e Evanílson

Fluminense 2x3 Flamengo - Maracanã - Taça Guanabara
Muriel, Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique (Ganso), Yuri e Nenê; Wellington Silva (Fernando Pacheco), Marcos Paulo (Caio Paulista) e Evanílson

Unión La Calera 0x0 Fluminense - Nicolás Chahuán - Sul-Americana
Muriel; Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique (Matheus Alessandro), Yuri e Nenê; Caio Paulista (Michel Araújo), Evanilson e Marcos Paulo (Ganso)

Moto Clube 2x4 Fluminense - Castelão - Copa do Brasil

Muriel, Gilberto, Nino, Digão e Egídio; Henrique, Yuri (Ganso), Nenê; Wellington Silva (Yago Felipe), Fernando Pacheco (Marcos Paulo) e Evanilson

Fluminense 5x1 Madureira - Maracanã - Taça Rio
Muriel, Igor Julião, Nino, Digão e Egídio; Yuri (Miguel), Hudson e Yago Felipe; Marcos Paulo, Wellington Silva (Caio Paulista) e Evanílson (Fernando Pacheco)

Fluminense 2x0 Botafogo-PB - Maracanã - Copa do Brasil
Muriel, Gilberto, Nino, Digão (Matheus Ferraz) e Egídio; Hudson, Yago Felipe e Nenê (Ganso); Wellington Silva (Fernando Pacheco), Marcos Paulo e Evanilson

Fluminense 4x0 Resende - Maracanã - Taça Rio

Muriel, Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Orinho; Hudson (Dodi), Yago Felipe e Nenê (Miguel); Wellington Silva, Fernando Pacheco e Marcos Paulo (Ganso)

Figueirense 1x0 Fluminense - Orlando Scarpelli - Copa do Brasil
Muriel, Gilberto (Igor Julião), Nino, Matheus Ferraz e Egídio; Hudson, Yago Felipe e Nenê; Wellington Silva (Ganso), Marcos Paulo (Fernando Pacheco) e Evanilson

Vasco 0x2 Fluminense - Maracanã - Taça Rio

Muriel; Igor Julião, Nino, Matheus Ferraz e Egídio; Hudson , Yago e Nenê; Wellington Silva (Caio Paulista) , Evanilson (Ganso) e Marcos Paulo (Fernando Pacheco)


Facebook Lance Twitter Lance