Força-tarefa do MPT apurará causas e consequências do incêndio no Ninho
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Força-tarefa do MPT apurará causas e consequências do incêndio no Ninho

Incêndio Ninho do Urubu
Incêndio atingiu alojamento das divisões de base do Flamengo nesta sexta-feira (Foto: Reprodução/TV Globo)
LANCE! - 08/02/2019 - 15:49
Rio de Janeiro (RJ)
O Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ) criou uma força-rarefa para apurar as causas e consequências do incêndio que ocorreu no CT George Helal, o Ninho do Urubu, em Vargem Grande. A tragédia aconteceu nas primeiras horas desta sexta-feira e vitimou 10 pessoas, entre jogadores das categorias de base e funcionários do clube.

A força tarefa será coordenada pela procuradora do MPT-RJ, Danielle Cramer. Outros quatro procuradores também farão parte do grupo: Juliane Mombelli, Maria Vitória Sussekind Rocha, Tiago Oliveira de Arruda e Virgínia Leite Henrique.

Os procuradores são integrantes do Núcleo de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescentes e do Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de Trabalho.


E MAIS:
São oito vítimas identificadas, todos jogadores das categorias de base do Flamengo: Arthur Vinícius, Christian Esmério, Pablo Henrique, Vitor Isaías, Bernardo Pisseta, Samuel Thomás, Jorge Eduardo e Athila Paixão.

Ainda outros três atletas da base do Fla ficaram feridos e estão internados. São eles: Cauan Emanuel Gomes Nunes (14 anos), Francisco Diogo Bento Alves (15 anos) e Johnatan Cruz Ventura (15 anos). O último em estado mais grave.

Facebook Lance Twitter Lance