Mais mudanças! Ocimar Bolicenho deixa diretoria de futebol do Cruzeiro
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Mais mudanças! Ocimar Bolicenho deixa diretoria de futebol do Cruzeiro

Ocimar tem passagens por Ponte Preta, Athletico-PR, Bahia e Londrina
Bolicenho ficou no cargo de diretor de futebol do Cruzeiro apenas três meses-(Bruno Haddad/Cruzeiro)
Valinor Conteúdo - 15/03/2020 - 19:21
Belo Horizonte
O pós jogo do Cruzeiro, que foi derrotado pelo Coimbra por 1 a 0, na nona rodada do Campeonato Mineiro, foi mais agitado do que a partida em si. Minutos depois de acabar a partida, Adilson Batista anunciou sua demissão do cargo de treinador da Raposa.

Em seguida, outra saída do departamento de futebol foi confirmada: o diretor de futebol Ocimar Bolicenho também não segue no clube celeste após três meses de trabalho, sendo muito criticado pela forma que conduzia o setor.

Ocimar sofria também constantes críticas pelas contratações feitas em sua gestão, gerando desconfiança e insatisfação do torcedor celeste.

-Quero pedir desculpas por algum inconveniente. Na quinta-feira eu já havia colocado meu cargo à disposição, depois do que havia ocorrido. Agora, em definitivo, estamos oficializando isso. Eu gostaria de agradecer ao Cruzeiro pela oportunidade de trabalhar em um grande clube e a vocês (jornalistas) pelo convívio nesse período. Saio com a cabeça erguida, com a certeza de que fiz o trabalho mais honesto possível e dentro daquilo que foi planejado, que era a concentração no acesso para a Série A. Sabia da dificuldade do Estadual, nunca se prometeu nada para o Estadual, mas futebol é assim mesmo. Quando o resultado não vem, as decisões precisam ser tomadas-disse.


E MAIS:
Bolicenho chegou a questionar durante a última semana que teria condições de atuar pelo Cruzeiro independentemente da indicação de Alexandre Mattos, pois teria currículo o suficiente para comandar o futebol cruzeirense.

- O futebol é engraçado, né? Parece que o Ocimar está aqui só porque o Alexandre indicou. Não se vê o currículo, onde eu já passei, quanto tempo eu tenho de experiência... O fato de o Alexandre ter indicado meu nome, é apenas a indicação. Quem aceitou a minha vinda foi o Cruzeiro, e eu acho que aceitou pelo meu currículo. O que eu responderia quanto a isso, é para ver o meu currículo. Não estou aqui pela indicação. O fato de ele ter ido para outro clube é normal também, porque os executivos mudam de clube. Eu acho que não estou aqui só pela indicação dele-disse.

Trajetória no futebol

Ocimar Bolicenho, 61 anos, veio do Londrina, que caiu para a Série C em 2019, e assumiu o cargo no dia 6 de janeiro, ficando apenas três meses no comando do futebol celeste. Tem 35 anos de trajetória no futebol, conquistando sete Paranaenses, duas Séries B do Brasileiro, um Baiano e uma Primeira Liga.

Ele passou por outras equipes, sendo inclusive presidente do Paraná Clube, onde também exerceu diversos cargos entre 1990 e 2002. Teve passagens por Joinville e Marília, Santos, em 2009, para ser gerente de futebol. Ocimar também comandou o futebol do Athletico-PR, da Ponte Preta, do Bahia e do Tigres-RJ, tendo na carreira rebaixamentos com Marília e Joinville.




E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance