Julio Brant crê em má intenção de Eurico e manda recado a empresários
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Julio Brant crê em má intenção de Eurico e manda recado a empresários

Julio Brant
Brant em coletiva nesta sexta-feira (Foto: David Nascimento)
David Nascimento - 12/01/2018 - 14:38
Rio de Janeiro (RJ)
O aparente desmanche que vem sendo feito no Vasco nos últimos dias - saídas de Anderson Martins para o São Paulo, Madson para o Grêmio, Mateus Vital para o Corinthians e a possível saída de Guilherme Costa -, com todos sendo agenciados por Carlos Leite, maior aliado de Eurico Miranda - que a tendência é não seguir no clube após eleição na semana que vem - fez Julio Brant contra-atacar. O candidato de oposição convocou a imprensa nesta sexta-feira e mandou um recado aos empresários: as negociações prejudiciais ao Cruz-Maltino serão revistas.

- Qualquer tipo de negociação claramente prejudicial ao Vasco será revertida por nós. Fica recado aos empresários. Qualquer venda ruim para o Vasco vamos para a Justiça. E o juízo entenderá isso. Ética não se compra na esquina. Negociar hoje na situação claramente má intencionada... - destacou Julio Brant, que com a anulação da urna 7 pela Justiça, indicará 120 conselheiros ao Deliberativo e deve ser eleito como novo presidente para o triênio 2018-2020 do Vasco.

Julio Brant afirmou que tentou por diversas vezes, em conversas pessoais com Eurico Miranda, tratar sobre uma transição. Mas em todas as oportunidades, segundo o candidato de oposição, teve o pedido negado. Chegou, inclusive, a oferecer um termo de confidencialidade para que não fosse vazada para a imprensa essa transição, mas nem isso foi aceitado pelos pares do Eurico, que tem a próxima terça-feira como o último dia do atual mandato.

- Tentei desde a eleição fazer reuniões com o presidente para poder fazer uma transição, mesmo que fosse de forma sigilosa, para que ninguém ficasse sabendo o que está acontecendo, e aí trabalharíamos em absoluto sigilo. Por mais que não entrássemos, não teria nenhum prejuízo. Tentamos fazer isso. Eu liguei para o presidente algumas vezes. Tive enviados meus conversando com pessoas muito próximas ao presidente, com o filho dele, por exemplo, e fomos negados o tempo todo - enfatizou o cabeça da chapa Sempre Vasco Livre.

Na manhã desta sexta-feira, Julio Brant e aliados registraram um boletim de ocorrência relatando possíveis saídas irregulares de materiais do Vasco, ponto que circulou pela internet ao longo da última quinta-feira. Na tarde desta sexta, Ricardo Vasconcellos, assessor especial da presidência de Eurico Miranda, vai a delegacia prestar queixa contra essas acusações. Há a espera pela coletiva do Eurico às 17h desta sexta em São Januário.

- O que estão fazendo é criando o caos. A intenção deles é esticar o máximo possível a gestão, para evitar que a gente fale com o mercado, para evitar que a gente tome medidas dentro do Vasco. Mas não se preocupe. Vamos pegar o caos e resolver o caos. Vamos entrar suando, adrenalina lá no alto e vamos resolver. Se estivesse tudo calminho era mais confortável. Se quiséssemos conforto não estaríamos aqui. Para vocês que estão tentando fazer o caos, não temos medo - finalizou Brant.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance