No apagar das luzes, clima de adeus de Eurico movimenta São Januário
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

No apagar das luzes, clima de adeus de Eurico movimenta São Januário

  •  Eleição Vasco da Gama
    Eurico Miranda já admite a interlocutores derrota na eleição. Publicamente, diz recorrer até última instância Armando Paiva/Raw Image
  •  Eleição Vasco da Gama
    Eleição Vasco da Gama Armando Paiva/Raw Image
  •  Eleição Vasco da Gama
    Eleição Vasco da Gama Armando Paiva/Raw Image
  •  Eleição Vasco da Gama
    Eleição Vasco da Gama Armando Paiva/Raw Image
  •  Edmundo - Eleição Vasco da Gama
    Edmundo - Eleição Vasco da Gama Alexandre Araújo
  •  Eleição Vasco
    Eleição Vasco David Nascimento
  •  Eleição Vasco
    Eleição Vasco David Nascimento
  •  Eleição Vasco
    Eleição Vasco David Nascimento
  •  Eleição Vasco
    Eleição Vasco David Nascimento
  •  Eleição Vasco
    Eleição Vasco David Nascimento
  •  Eleição Vasco
    Eleição Vasco J RICARDO / AGENCIA FREELANCER
  •  Eleição Vasco
    Eleição Vasco J RICARDO / AGENCIA FREELANCER
  •  Eleição Vasco
    Eleição Vasco David Nascimento
  •  Eleição Vasco
    Eleição Vasco David Nascimento
  •  Eleição Vasco
    Eleição Vasco J RICARDO / AGENCIA FREELANCER
David Nascimento - 12/01/2018 - 05:00
Rio de Janeiro (RJ)
Clima de adeus. É assim que está configurando os últimos dias da atual gestão do presidente Eurico Miranda no Vasco. No apagar das luzes, movimentações de última hora deixam torcedores e membros de oposição - os quais a indicação é a de que assumam o clube para o triênio 2018-2020 - perplexos. O LANCE! lista alguns pontos nesta sexta-feira.

- Saídas e mais saídas

Desde terça-feira, jogadores importantes do Vasco estão sendo negociados por Eurico Miranda. Anderson Martins já foi confirmado pelo São Paulo, Madson tem a vida encaminhada com o Grêmio e Mateus Vital está perto do Corinthians. Guilherme Costa recebeu propostas e nesta sexta-feira as partes querem definir o seu futuro, mas a tendência é que ele também não fique no Vasco para 2018.

Um fato liga os quatro jogadores: todos são agenciados por Carlos Leite. O empresário é o maior aliado do presidente Eurico Miranda, que internamente já admitiu derrota na eleição da semana que vem para Julio Brant, candidato de oposição - publicamente, diz que recorrerá até a última instância. Nos bastidores, o mandatário do Vasco - com a atual gestão válida até terça-feira - afirma que não vai segurar nenhum jogador.

Nas conversas nos bastidores, a atual cúpula do Vasco afirma que "quem tem mercado deixará o clube e quem não tem irá renovar". Isso por conta de existirem terceiros que ganham a cada contrato realizado também, sejam por meio de comissões ou bônus. Atletas que estavam lesionados, como Breno e Ramon, prorrogaram com o Cruz-Maltino com a recuperação das lesões como influência.

Dos jogadores do empresário Carlos Leite, dos que ainda não têm propostas consideradas interessantes de outros clubes, haverá a renovação. Também crias das categorias de base, Paulo Vitor e Paulinho não receberam ofertas atraentes e vão assinar até segunda-feira a prorrogação de seus contratos. Mas não está descartado que depois dessas renovações, caso surjam ofertas de última hora, negociações sejam realizadas.

O LANCE! tentou entrar em contato com o empresário Carlos Leite ao longo de toda a última quinta-feira, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

- "Pagamento" de atrasados

A atual gestão do presidente Eurico Miranda não vem mantendo os pagamentos em dia desde o início do segundo semestre do ano passado. Em coletiva na última terça-feira, o mandatário admitiu que as folhas de novembro, dezembro e 13º salário de 2017 estão atrasadas. Para "minimizar" isso, na última quinta-feira, foi realizado uma espécie de "pagamento" a parte de funcionários. O portão 9 de São Januário, ao longo da tarde, entrava e saía carro.

Fontes ouvidas pelo LANCE! afirmaram que isso aconteceu entre 16h e 19h da última quinta-feira. Ingressos para o jogo da estreia em casa do Vasco na Conmebol Libertadores foram distribuídos a aliados de Eurico Miranda, além de produtos do clube, como camisas da Umbro da "Mega-Loja", chuteiras e materiais de viagem. Televisores e computadores também foram usados como pagamento destes atrasados.

Funcionários que receberam estes produtos do Vasco como forma de pagamento das dívidas, inclusive, já estão tentando revender para angariar dinheiro. O LANCE! teve acesso a algumas imagens de venda, onde camisa de treino é vendida por R$ 100, bolsa de viagem a R$ 130, bermuda de treino R$ 70 e camisa de goleiro a R$ 160. Alguns funcionários aproveitaram a quinta-feira para recolher pertences pessoais.

O LANCE! procurou o atual presidente Eurico Miranda durante toda a última quinta-feira, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem. Via assessoria, o clube informou que "isso tudo é armado e a imprensa embala".

- Reação de Julio Brant

Diante de todas as movimentações nos últimos dias, Julio Brant cogitou ir a 17a DP (São Cristovão) ainda na noite da última quinta-feira para entrar com denúncia de notícia-crime. Porém, o candidato da chapa Sempre Vasco Livre cancelou por ter tido uma reunião com Grandes Beneméritos e conselheiros natos do Vasco e logo na sequência se reunir com seu departamento jurídico.

Na manhã desta sexta-feira, às 11h, Julio Brant conversará com os jornalistas em entrevista coletiva convocada na noite da última quinta-feira. Após esta coletiva os pares acreditam que ele vá enfim até a delegacia fazer a denúncia. Já o Vasco chegou na tarde da quinta convocar a imprensa para uma coletiva do técnico Zé Ricardo às 12h30 desta sexta, mas voltou atrás no fim da noite de quinta e cancelou a entrevista depois de todas as movimentações.

Vale lembrar que com a atual decisão da Justiça, a urna 7 da eleição do Vasco está anulada. Com isso, a chapa de Julio Brant foi a vencedora, com a chapa de Eurico Miranda ficando em segundo lugar. Caso a decisão se mantenha - o que é a expectativa entre as duas chapas -, a chapa de Brant indicará 120 conselheiros para o Deliberativo, enquanto a chapa de Eurico indicará 30.

Estes 150 conselheiros eleitos indicados se juntam a outros 150, só que natos, totalizando 300. Os 300 conselheiros que serão responsáveis, na semana que vem, em votar em qual vai ser o presidente do Vasco no triênio 2018-2020. Vale lembrar que estatuto do Vasco determina eleição indireta. A data deve ser marcada ainda nesta sexta-feira para a próxima terça, depois de na última quinta a juíza Maria Cecília Pinto Gonçalves, da 52ª Vara Cível do Rio, determinar cumprimento das regras em 24 horas.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance