Chapa 'Limpando o Vasco' é primeira inscrita para a eleição de dezembro
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Chapa 'Limpando o Vasco' é primeira inscrita para a eleição de dezembro

"Limpando o Vasco"
Folha de inscrição da primeira chapa para a eleição do Vasco em dezembro deste ano (Foto: Reprodução)
David Nascimento - 06/10/2018 - 14:54
Rio de Janeiro (RJ)
A nova eleição do Vasco, marcada para dezembro deste ano após a Justiça ter anulado, via liminar, o último pleito disputado, ganhou a primeira chapa inscrita neste sábado. Com o nome de "Limpando o Vasco", o primeiro concorrente foi protocolado pelo sócio proprietário diamante Victor Laranja, pela sócia proprietária diamante Ariane Rodrigues e pelo sócio patrimonial Rodrigo Paixão (confira na imagem acima a inscrição). O LANCE! conversou com este último subscritor, que explicou a ideia do lançamento para esta chapa.

- Acreditamos que por conta da última eleição na Lagoa, onde a vontade do sócio não foi respeitada, acaba tendo um colapso político dentro do Vasco por conta da existência de vários grupos políticos. Isso gera uma inconsistência para a própria gestão. Estamos satisfeitos com a decisão da Justiça de anular a eleição, o presidente interino (Alexandre Campello) acaba se apoiando no Eurico Miranda (presidente do Conselho de Beneméritos) e do seu conselho. Somente uma nova eleição fará o Vasco voltar a normalidade. Criamos esta chapa por isso, para no novo pleito ter uma renovação no clube - afirmou Rodrigo Paixão, completando explicando a ideia do nome "Limpando o Vasco":

- Pensamos neste nome por estarmos cansados dos mesmos nomes estarem associados a política do Vasco. O nome surgiu nesta limpeza, de criar uma chapa para tirar os mesmos vícios e modos operandis políticos que existem atualmente. Só assim o Vasco voltará ao lugar que merece, retomando o caminho de sua história e grandeza. Nosso nome está neste sentido, de criar uma renovação e limpar estes nomes que estão se perpetuando na política do clube.

E MAIS:
Rodrigo Paixão afirmou ainda que os nomes da chapa não fazem parte de nenhum grupo político, e que os envolvidos irão se reunir até o fim do mês para definir o cabeça de chapa, o candidato que será levado às urnas no novo pleito.

- Não fazemos parte de nenhum grupo político, nenhum movimento. Não temos nem candidato ainda, vamos sentar para pensar no nome. A nossa intenção é justamente essa, para poder criar uma nova gestão dentor do Vasco e saia do colapso político. Somos um grupo de amigos, vamos nos reunir na próxima semana ou na outra para articular no nome da cabeça de chapa. A princípio não tem nome definido, nada combinado com ninguém. Estamos querendo ver opções de mudança, tirando os atuais que estão no Vasco. Protocolamos logo a chapa para o voto do sócio voltar a ser respeitado - finalizou.

Na última sexta-feira, Faues Mussa, presidente interino da Assembleia Geral do Vasco, convocou a eleição, dando início ao processo eleitoral de acordo com o estatuto do clube. A primeira chapa foi protocolada neste sábado e novas devem ser protocoladas ao longo da semana, caso a liminar seja mantida - a decisão, agora, caberá em segunda instância a desembargadora relatora Márcia Ferreira Alvarenga, que deverá confirmar ou não a anulação da última eleição do Vasco e o novo pleito proferido pela juíza Glória Heloíza Lima da Silva. Há a expectativa de ao menos quatro chapas concorrerem ao novo pleito.

Facebook Lance Twitter Lance