Jogadores do São Paulo veem falta de confiança, mas falam em trabalho
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Jogadores do São Paulo veem falta de confiança, mas falam em trabalho

Chapecoense x São paulo
São Paulo chegou a oito jogos seguidos sem perder na temporada (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
LANCE! - 16/07/2017 - 19:17
São Paulo (SP)
O São Paulo chegou ao oitavo jogo seguido sem vitória na temporada após ser derrotado pela Chapecoense, por 2 a 0, em Chapecó. O placar adverso, a instabilidade na defesa e a inoperância ofensiva são reflexos da fase ruim pela qual passa o time agora dirigido por Dorival Junior. Para os jogadores, a falta de confiança será corrigida com muito trabalho.

Petros, na saída de campo, foi um dos que tocaram no tema da confiança. O meio-campista ressaltou a desatenção nos gols e lamentou a derrota, mas cobrou trabalho em busca de reação.

- Time sem confiança não pode levar gol. Tem de eliminar o mais rápido possível. Tem de fazer gols e a confiança vai voltando. É inevitável. Temos de trabalhar para reagir. Viemos com uma proposta, e mais uma vez com bola parada, tomamos um gol. Desatenção. É levantar a cabeça, assumir a responsabilidade e trabalhar - afirmou Petros.

Outro a citar o trabalho como solução para sair da má fase foi Renan Ribeiro. O goleiro procurou também não abordar questões pontuais da partida e rechaçou a possibilidade de time carregar mais fardos neste momento.

- Temos de pensar no jogo e na vitória. Não podemos trazer mais um peso. Temos de trabalhar para sair dessa situação. Não adianta ficar mantendo situações. Vamos trabalhar, unir a equipe, juntar nossas forças para sair. Não é momento para questionar momentos da partida. Temos de nos fechar, nos blindar, que só assim poderemos sair dessa situação - declarou Renan.

Segundo Bruno, trabalho não está faltando para os atletas, mas não vê outra alternativa possível para momentos como o vivido atualmente pelo Tricolor.

- A gente fica preocupado pela situação. O time não está ganhando. Essa fase em que a gente trabalha, trabalha, e a bola não está entrando. Mas é trabalhar para sair o mais rápido possível. Tem que tirar esse ânimo de onde não tem, tem que dar a vida dentro de campo, fazer nosso papel, a gente sabe da dificuldades, mas tem que ir junto com o torcedor para virar isso logo - argumentou o lateral são-paulino.

O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45, para enfrentar o Vasco, no Morumbi, pela 15ª Rodada do Brasileirão-2017.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance