Zeca critica diretoria, insiste em dívida e garante não voltar ao Santos
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Zeca critica diretoria, insiste em dívida e garante não voltar ao Santos

Zeca (coletiva)
Zeca convocou entrevista coletiva após declarações incômodas do presidente do Santos (Foto: Marcio Porto)
Marcio Porto - 09/02/2018 - 16:51
São Paulo (SP)
O lateral-esquerdo Zeca entrou contra o Santos na Justiça no dia 26 de outubro do ano passado e só quebrou o silêncio nesta sexta-feira. Mesmo depois de ter conseguido uma liminar para poder atuar por outro clube, mas sem se desvincular do Peixe, o atleta de 23 anos segue sem time  e decidiu convocar uma entrevista coletiva após a declaração do presidente do Alvinegro, José Carlos Peres, que afirmou que aceitaria o ala de volta, caso ele pedisse desculpas.

Revoltado com a declaração do dirigente, Zeca disparou contra a atitude e afirmou que o contrário deveria acontecer.

- A minha mãe tem um problema psicológico, trouxe ela para Santos justamente por isso. Reabilitamos ela. Ela viu o filho dela passar o que estava passando e ficou muito chateada. Foi ameaçada. O Santos não me procurou para falar nada. O clube tinha de me blindar e isso não foi feito em nenhum aspecto. O presidente fala que eu devo desculpa ao elenco. Se eu devesse eu já tinha ligado e pedido. Estou num grupo com amigos do Santos, falo com eles diariamente. Sou amigo de todos. Todos gostam de mim. Gosto de treinar, chegava uma hora antes lá. Todos estão do meu lado - disse o ex-camisa 37, que acionou o Santos na Justiça após receber ameaças de torcedores no aeroporto de Congonhas. 

A ação feita pelos advogados do atleta contra o clube exigia pagamentos de fundo garantia que, segundo eles, estavam em atraso, além de citar as ameaças. O lateral-esquerdo voltou a cobrar as dívidas na entrevista desta sexta-feira.

- O Santos me deve dinheiro, como já falei de luvas, combinado há muito tempo, salários., FGTS. Eu tenho de trabalhar com segurança. Eu não entrei na justiça no começo, mas a partir do momento que teve a agressão, tudo, aí é diferente.

- Me refiro aos dois presidentes (Modesto Roma Júnior, que saiu em 2017, e José Carlos Peres, que entrou em 2018). Porque como foi eleição, o Modesto sai em janeiro, então ele usou muitas coisas que não eram verdade. Só estou apanhando e estou aqui para falar. Não estou me escondendo. Na hora certa vou falar. E o presidente agora também está usando palavras alheias - concluiu.

Zeca chegou a se emocionar por mais de uma vez ao se referir a própria mãe que, segundo ele, chegou a receber ameaças por telefone antes da ação judicial. Durante um momento de derrotas do Santos, o lateral-esquerdo foi um dos jogadores mais cobrados, ao lado de Lucas Lima.

Confira outras respostas de Zeca

O que planeja para o futuro?


Estou treinando todos os dias, como nunca treinei, estou preparado para qualquer situação, para o que der e vier. Acredito na justiça, que vai tomar todas suas providências. Tenho certeza de que não fiz nada de errado.

Postura da nova diretoria do Santos

Não sei o que o presidente está falando, mas me surpreendeu, porque se é coisa da diretoria passada, ele teria de ter outra atitude. Ele procurasse meus empresários, não ficar dando declarações para me prejudicar. Eu tenho força, sim, estou com minha família. E sobre voltar ou não, meus empresários que vão cuidar, mas para o Santos não volto mais, por tudo que aconteceu. A justiça vai fazer isso, honestamente.

Se arrepende de ter processado o Santos depois de algumas derrotas na Justiça?

A maior virtude do homem é a verdade. Por mais que ele se dê mal no começo, digo pela demora. Mas sempre falei a verdade, com honestidade, e deito a cabeça no travesseiro tranquilo, sabendo que não foi culpa minha. Quem quebrou tudo isso foram eles. Como vou me arrepender sabendo que pessoas tentaram me manipular no meu próprio ambiente de trabalho? Quiseram tirar as pessoas que sempre me ajudaram, quando não tinha nada.

Quase acerto com o Flamengo

Não é a questão jurídica, mas a verdade é que são as mentiras ditas pelo presidente que às vezes influenciam em muitas coisas da minha vida. Eu não tinha falado ainda. Estive, sim, para acertar com o Flamengo, mas muitas coisas não são verdade sobre decisões. E sobre o Santos, deixo para meus empresários.

Demora pode prejudicar?

Estou treinando muito, mas claro que treino não é como jogo. Sempre falo que quero estar jogando, mas a justiça tem de ser feita. Quero o quanto antes estar jogando em um clube, o mais rápido possível.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance