TJD-SP suspende presidente do Palmeiras por 45 dias
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

TJD-SP suspende presidente do Palmeiras por 45 dias

Maurício Galiotte tem reunião com o elenco do Palmeiras
Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, foi suspenso pelo TJD-SP - FOTO: Cesar Greco
LANCE! - 15/05/2018 - 14:46
São Paulo (SP)
O Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) suspendeu Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, por 45 dias. Ele foi punido por "desrespeitar membros da equipe de arbitragem ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões" na entrevista que deu logo após a final do Paulistão, em 8 de abril. Na ocasião, falou em "Paulistinha" e "campeonato manchado". O gancho variava de 15 a 180 dias.

Rompido com a Federação Paulista desde o dia seguinte à decisão contra o Corinthians, o clube não enviou nenhum representante do julgamento. 

Com a punição, Galiotte até pode assistir aos jogos do Palmeiras no estádio, mas seu acesso está vetado em locais privados, como o vestiário. 

O Tribunal também aplicou uma multa de R$ 10 mil ao Palmeiras pela infração de seu dirigente e uma outra multa de R$ 2 mil por atraso na entrada em campo.

O Palmeiras sustenta que houve interferência externa na anulação do pênalti de Ralf sobre Dudu, no segundo tempo da final. O clube solicitou ao TJD-SP que julgasse a impugnação da partida, mas o órgão arquivou o caso. O Verdão, então, entrou com um mandado de garantia para que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) obrigue o TJD-SP a analisar o mérito. A resposta é aguardada para esta semana.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance