Vaivém: Premier League tem queda nos gastos com reforços
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Vaivém: Premier League tem queda nos gastos com reforços

Troféu - Premier League
Premier League registra sempre grandes cifras (Foto: Reprodução de internet)
LANCE! - 08/08/2018 - 14:25
MAIS QUE UM JOGO (MQJ)
Na Premier League, agora, contratar é uma corrida contra o relógio. A janela de transferências fecha nesta quinta-feira. Até o momento, os clubes passaram da casa de 1 bilhão de euros (R$ 4,3 bilhões) em reforços. Muito? Certamente. Mas um valor menor do que o movimentado nas últimas três janelas do verão europeu (as que giram mais dinheiro).

De 2013 até a última temporada, a Premier League registrou um crescimento nos valores investidos em reforços. Em toda a temporada passada, por exemplo, o recorde foi de 2,1 bilhões de euros (R$ 9 bilhões, na cotação atual) em contratações, sendo 1,62 bilhão de euros (R$ 6,9 bilhões, na cotação atual) na janela de verão.

A primeira vez que a Premier League bateu a casa do bilhão de euros em reforços foi na temporada 2014/2015. Na temporada anterior, as cifras somaram quase 925 milhões de euros. Os dados são do “Transfermarkt”.

Abaixo, as últimas janelas da Premier League:

Janela atual – temporada 2018/2019

Mahrez
Mahrez deixou o Leicester (Foto: Divulgação/Manchester City)
A Premier League já movimentou 1,14 bilhão de euros (R$ 4,9 bilhões) nesta janela. A transferência mais cara até o momento foi a de Mahrez. Para tirá-lo do Leicester, o Manchester City desembolsou 67,8 milhões de euros (R$ 291 milhões).

Janela da temporada 2017/2018

Lukaku - Swansea x Manchester United
Lukaku pelo Manchester (Foto: Geoff Caddick / AFP)
É o recorde da Premier League, com 2,1 bilhões de euros (R$ 9 bilhões, na cotação atual) em contratações. A janela do verão europeu movimentou 1,62 bilhão de euros (R$ 6,97 bilhões, na cotação atual). A contratação mais cara da temporada passada pertenceu ao Manchester United, que buscou Lukaku no Everton por 84,7 milhões de euros (R$ 364 milhões, na cotação atual).

Janela da temporada 2016/2017

Pogba - Manchester United x Hull City
Pogba foi assunto na janela (Foto: Oli SCARFF / AFP)
O Manchester United também foi o responsável pela contratação mais cara da Premier League para a temporada de 2016/2017. Na ocasião, o clube gastou 105 milhões de euros (R$ 451 milhões, na cotação atual) para tirar Pogba da Juventus. Ao todo, os clubes ingleses movimentaram 1,65 bilhão (R$ 7,1 bilhões, na cotação atual) em reforços, sendo 1,38 bilhão de euros (R$ 5,94 bilhões, na cotação atual) na janela de verão.

Janela da temporada 2015/2016

Manchester City x Everton - Kevin De Bruyne
Kevin De Bruyne em ação pelo City (Foto:OLI SCARFF/AFP)
O meia belga Kevin De Bruyne foi o mais caro da Premier League na temporada 2015/2016. Ele foi contratado pelo Manchester City, junto ao Wolfsburg, da Alemanha, por 76 milhões de euros (R$ 326 milhões, na cotação atual). O investimento somado dos clubes chegou a 1,46 bilhão de euros (R$ 6,28 bilhões, na cotação atual), sendo 1,21 bilhão de euros (R$ 5,21 bilhões na cotação atual) na janela de verão.

Janela da temporada 2014/2015

Di María foi do Real para o United por 75 milhões de euros
Di Maria no Manchester (Foto: AFP/OLI SCARFF)
Primeira vez que a Premier League bateu a casa de 1 bilhão de euros em contratações. O nome mais caro na Inglaterra na temporada 2014/2015 foi Di María, contratado pelo Manchester United, junto ao Real Madrid, por 75 milhões de euros (R$ 322 milhões, na cotação atual). Ao todo, os clubes gastaram 1,22 bilhão (R$ 5,25 bilhões, na cotação atual), sendo 1,06 bilhão de euros (R$ 4,56 bilhões, na cotação atual) na janela de verão.

Janela da temporada 2013/2014

Ozil
Ozil pelo Arsenal (Foto: Reprodução)
Na ocasião, a Premier League movimentou 924,53 milhões de euros (R$ 3,9 bilhões, na cotação atual) em reforços, sendo 759,55 milhões de euros (R$ 3,2 bilhões, na cotação atual) na janela de verão. A contratação mais cara foi a de Özil pelo Arsenal, que pagou 47 milhões de euros (R$ 202 milhões, na cotação atual) ao Real Madrid.





E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance