M. Oliveira opta por titulares, mas vê falta de eficiência em finalizações
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

M. Oliveira opta por titulares, mas vê falta de eficiência em finalizações

Fluminense x Vasco
Luciano não conseguiu marcar gols (Foto: Paulo Sergio/F8)
Luiza Sá - 04/11/2018 - 07:00
Rio de Janeiro (RJ)
Mesmo com pouco tempo para se recuperar e uma partida de semifinal da Sul-Americana já na quarta-feira, o técnico Marcelo Oliveira apostou em nove de seus titulares para bater de frente com o Vasco no Maracanã. Porém, viu seus comandados terem mais energia do que os adversários, mas serem ineficazes nos chutes, levando um gol de pênalti sem conseguir reagir e perdendo o confronto por 1 a 0.

O que se viu no primeiro tempo foi uma defesa bem postada do adversário e novamente a opção por utilizar o lado esquerdo para tentar fazer as ações ofensivas. Ayrton Lucas conseguiu se desvencilhar da marcação vascaína para criar as melhores chances no setor, mas o Flu teve dificuldades para levar perigo efetivo a Martín Silva. Mesmo com mais disposição que o adversário, o time de Marcelo Oliveira enfrentou um problema recorrente: não ser eficiente em suas finalizações.

E a bola puniu o Tricolor na segunda etapa. Com o Vasco um pouco mais ligado, Paulo Ricardo acabou colocando a mão na bola na área e Maxi López abriu a contagem no Maracanã. Mesmo com a posse e criando oportunidades, o Fluminense não fez o goleiro rival trabalhar quando finalizou. Como reação ao gol, o técnico Marcelo Oliveira trocou do 3-5-2 para o 4-3-3, com Everaldo entrando para tentar dar mais vibração e efetividade ao ataque tricolor, mas não deu certo.

E MAIS:
- Vínhamos de uma vitória que ninguém acreditava e nesse clássico ninguém achava que perderíamos. É uma derrota que dói, mas temos que levantar a cabeça pois quarta-feira temos uma decisão pela frente. O Vasco quase não chutou ao gol, tivemos as melhores oportunidades. Não foram eles que venceram, nós que perdemos. Não aproveitamos as chances, mas agora é desligar a chave do Brasileiro e trocar para a Sul-Americana - disse Richard, na saída do jogo.

Apesar do risco corrido por escalar os titulares, Marcelo Oliveira não perdeu nenhum jogador por lesão para a "decisão" na semifinal da Sul-Americana. Léo, substituído no segundo tempo, não deve ser problema novamente. 

- Vamos ver o que o Marcelo tem para passar para nós. Vai dar para descansar bem, até quarta vamos nos preparar para jogar lá. Tem todas as dificuldades possíveis, todas as partidas fora de casa são complicadas. Acredito que se entrarmos ligados, como contra o Nacional, vamos fazer um bom jogo. Sempre é determinante o primeiro jogo, mas não podemos esquecer que são dois duelos - avaliou Richard.

COMO COMEÇOU

Julio Cesar, Paulo Ricardo, Ibañez, Digão e Léo; Richard, Jadson, Sornoza e Ayrton Lucas; Matheus Alessandro e Luciano.

COMO TERMINOU

Julio Cesar, Igor Julião, Ibañez, Digão, Ayrton Lucas; Richard, Jadson, Sornoza (expulso no fim); Everaldo, Junior Dutra e Luciano.


Facebook Lance Twitter Lance