Assembleia de Minas aceita pedido de CPI do Mineirão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Assembleia de Minas aceita pedido de CPI do Mineirão

Mineirão - Cruzeiro x Corinthians
FOTO: Divulgação
Valinor Conteúdo - 22/05/2019 - 18:55
Belo Horizonte
O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Agostinho Patrus Filho, aceitou o pedido de instalação da CPI do Mineirão, para investigar o contrato entre o Estado de Minas Gerais com a Minas Arena, empresa que administra o estádio e faz parte do consórcio que reformou o Gigante da Pampulha. entre 2011 a 2013.

O requerimento para abertura da comissão foi feito pelo deputado estadual Léo Portela, que alega subfaturamento de receitas do novo Mineirão.

O presidente da Assembleia, Agostinho Patrus, afirmou que a comissão foi aceita pela presidência da casa.

- Especialmente em virtude de suposto subfaturamento nas receitas da referida concessionária decorrentes da parceria celebrada e prejuízo ao erário.


E MAIS:
A CPI terá prazo de 120 dias para apurar as supostas irregularidades na gestão do Mineirão, além das lideranças indicarem os membros da comissão.

Posição da Minas Arena



A Minas Arena se pronunciou sobre a instalação da CPI e se diz tranquila, pois cumpre em dia as obrigações do contrato com o Estado e que suas operações são constantemente verificadas por auditores independentes e órgãos competentes.

- A Minas Arena reafirma seu compromisso em fazer a melhor arena multiuso do país, gerando empregos, trazendo visibilidade internacional ao Estado, realizando grandes jogos, eventos e movimentando a agenda de Belo Horizonte - confirmou à administradora do estádio-disse em comunicado.



E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance