Vaga na Sul-Americana, grana e chance a jovens: o que está em jogo na despedida do Corinthians em 2018
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Vaga na Sul-Americana, grana e chance a jovens: o que está em jogo na despedida do Corinthians em 2018

Corinthians - elenco
Corinthians fará sua despedida de 2018 neste domingo, contra o Grêmio (Foto: Rodrigo Gazzanel/RM Sports)
Guilherme Amaro - 02/12/2018 - 06:30
São Paulo (SP)
O Corinthians ainda tem objetivos em seu último jogo da temporada. Neste domingo, a partir das 17h, contra o Grêmio, o Timão entra em campo em busca de uma vaga na Copa Sul-Americana do ano que vem.

No cenário atual da tabela, o Corinthians está em 12º lugar, e até o 13º garante um lugar na Sul-Americana. Há, porém, a chance de abrir uma vaga a mais caso o Atlético-PR conquiste o torneio (o Furacão está na final).

Na melhor das hipóteses, o Timão pode acabar o Brasileiro na 11ª colocação. Para isso, teria que vencer o Grêmio e torcer para o Cruzeiro ganhar do Bahia em Salvador.

E MAIS:
Já o pior cenário é o seguinte: o Corinthians ser derrotado pelo Grêmio e ser ultrapassado por Fluminense e Ceará ou Vasco (se enfrentam na última rodada). Neste caso, o Timão terminaria o Brasileiro na 14ª colocação e só iria para a Sul-Americana em caso de título do Atlético-PR.

Os valores envolvidos:

O 11º colocado do Brasileirão recebe R$ 1.381.770,00 de premiação da CBF.

O 12º colocado ganha R$ 1.222.335,00;

O 13º colocado ganha R$ 1.062.900,00;

O 14º colocado ganha R$ 956.610,00.

Ou seja, há uma diferença de mais de R$ 400 mil em relação às possíveis posições que o Corinthians pode ocupar ao final do Brasileirão.

Além do valor pago pela CBF, há ainda o prêmio pela participação na Sul-Americana do ano que vem. Neste ano, por exemplo, a Conmebol pagou 250 mil dólares (R$ 970 mil) para os clubes que disputaram a primeira fase do torneio. A disputa do torneio internacional também renderia mais dinheiro com bilheterias.

Chance a jovens:

Além de tentar garantir uma vaga na Sul-Americana e, consequentemente, receber um prêmio maior, o Corinthians terá a chance de fazer mais uma análise dos jogadores. Especialmente os jovens Carlos Augusto (assumiu a posição de titular na lateral esquerda nesta reta final de temporada), Thiaguinho (virou titular do meio de campo também neste fim de ano) e Mateus Vital (entrará na vaga de Danilo).

No banco de reservas, o técnico Jair Ventura ainda terá Rafael Bilu e Fessin, que começaram a treinar com o elenco profissional nos últimos meses. Bilu estreou na rodada passada, e Fessin ainda não foi utilizado.

Facebook Lance Twitter Lance