Loss vê 'reação natural' da torcida do Timão e explica saída de Pedrinho
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Loss vê 'reação natural' da torcida do Timão e explica saída de Pedrinho

Corinthians x Santos
Corinthians empatou por 1 a 1 com o Santos (Foto: Ricardo Moreira/Fotoarena)
Guilherme Amaro - 06/06/2018 - 23:45
São Paulo (SP)
Em seu quinto jogo no comando do Corinthians, Osmar Loss já teve de ouvir algumas críticas da torcida no empate por 1 a 1 com o Santos, na noite desta quarta-feira, na Arena em Itaquera, pela décima rodada do Brasileirão. O treinador viu a reação como "natural" por conta do retrospecto de só uma vitória, três derrotas e agora um empate.

- Em relação à torcida, é natural. É uma torcida que gosta de vencer, assim como eu e os jogadores. Mas não conseguimos nos últimos jogos. É natural esse tipo de reação - afirmou Loss, em entrevista coletiva após o jogo.

- A questão do ambiente é natural, eu sei da pressão que é comandar o Corinthians. Foi uma coisa que me preparei na minha carreira. Mesmo trabalhando na base, também tinha pressão. Trabalhei em times grandes e tinha pressão para revelar e por títulos. A pressão não me incomoda. Jogar bem e ter a torcida do nosso lado é muito importante. Se a reação for como hoje, no fim do jogo, ótimo, porque apoiaram durante o jogo - acrescentou o treinador.


Loss ainda ouviu alguns gritos de "burro" quando tirou Pedrinho aos 38 minutos do segundo tempo. Ele explicou a substituição.

- Ele vai ter o tempo de jogar os 90 minutos. Ele saiu com 38 do segundo tempo, foi uma opção técnica. Até porque o Santos também vinha fazendo substituições, e precisávamos manter o nível de competitividade - analisou Loss, antes de dar mais explicações.

- Não é que sobra para o Pedrinho. São vários fatores na hora da substituição. Não posso tirar um jogador de bola aérea e colocar outro que não tem essa capacidade. Imagina se o Santos faz um gol dessa forma, e tinha o Jean (Mota), que bate muito bem na bola. São cuidados que às vezes passam desapercebidos pelos torcedores, mas é minha função não deixar passar - emendou o treinador.

O Corinthians volta a campo no sábado, às 21h, contra o Vitória, novamente na Arena em Itaquera, pela 11ª rodada do Brasileirão.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance