Loss pode repetir Carille e espantar desconfiança com vitória em clássico
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Loss pode repetir Carille e espantar desconfiança com vitória em clássico

  •  Osmar Loss Corinthians
    Osmar Loss em treino do Corinthians Daniel Augusto Jr
  •  carille e osmar loss
    Loss era auxiliar de Carille  Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
  •  carille e osmar loss
    Loss era auxiliar de Carille Daniel augusto JR/agcorinthians
  •  Osmar Loss Corinthians
    Osmar Loss em treino do Corinthians Daniel Augusto Jr
  •  Osmar Loss Corinthians
    Osmar Loss em treino do Corinthians Daniel Augusto Jr
  •  Osmar Loss Corinthians
    Osmar Loss em treino do Corinthians Rodrigo Gazzanel
  •  Osmar Loss Corinthians
    Osmar Loss em treino do Corinthians Daniel Augusto Jr
  •  Osmar Loss Corinthians
    Osmar Loss era auxiliar de Carille Daniel Augusto Jr
Guilherme Amaro - 06/06/2018 - 07:00
São Paulo (SP)
Início de trabalho como técnico do Corinthians e torcida desconfiada. O cenário vivido atualmente por Osmar Loss é o mesmo que Fábio Carille enfrentou em 2017. O hoje treinador do Al Wehda (SAU) passou a ganhar a Fiel após uma vitória em clássico, algo que Loss tem a oportunidade de fazer nesta quarta.

Em 2017, após ser efetivado, Carille tinha apenas cinco jogos oficiais à frente do Timão até que apareceu o confronto com o Palmeiras. A torcida estava desconfiada, principalmente por conta da derrota por 2 a 0 para o Santo André em casa. Mas o Dérbi foi um "divisor de águas", como o próprio Carille cansou de dizer. O Corinthians venceu o rival por 1 a 0, mesmo com a expulsão injusta de Gabriel.

Agora, Loss vive um cenário parecido antes do clássico contra o Santos. O treinador tem três derrotas e apenas uma vitória, vê a torcida desconfiada, mas ainda conta com o prestígio da diretoria. Será seu primeiro clássico no comando da equipe, enquanto Carille já havia enfrentado o São Paulo na Florida Cup.

No dia a dia, Loss mantém sua forma de trabalhar. Segundo Balbuena, um dos líderes do elenco, o treinador não mudou a postura após os resultados negativos.

- Não sei o que está passando pela cabeça dele, mas o vemos bem tranquilo. Está normal, trabalhando como sempre, nada de diferente - afirmou Balbuena.

Embora esteja "tranquilo", Loss sabe que o clássico pode ser um divisor de águas. Afinal, ele era auxiliar quando Carille viveu essa situação em 2017. Espanta a desconfiança?

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance