Fan Fest do Rio tem reações a Bolsonaro e elogios em estreia
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Fan Fest do Rio tem reações a Bolsonaro e elogios em estreia

  •  Fan Fest
    Fan Fest no Rio de Janeiro João Vítor Castanheira/Lance!
  •  Fan Fest
    Fan Fest no Rio de Janeiro João Vítor Castanheira/Lance!
  •  Fan Fest
    Fan Fest no Rio de Janeiro João Vítor Castanheira/Lance!
  •  Fan Fest
    Fan Fest no Rio de Janeiro João Vítor Castanheira/Lance!
João Vitor Castanheira - 15/06/2019 - 09:00
Rio de Janeiro (RJ)
Com futebol, festa e samba, a Fan Fest da Copa América do Rio de Janeiro, localizada na Praça Mauá, recebeu o público pela primeira vez. Na região central da capital fluminense, a torcida se reuniu para assistir à estreia do Brasil contra a Bolívia, disputada no Morumbi. Segundo a organização, cerca de 12 mil pessoas estiveram no local nesta sexta-feira.

Gabriel Oliveira, residente de Niterói, deixou a distância de casa de lado para aproveitar o evento aberto ao público. O brasileiro de 24 anos elogiou a iniciativa e listou os motivos que o fizeram preferir a rua ao sofá de casa.

- É mais animado e perto do trabalho. Tem música, cerveja e o acesso à região é bastante fácil.

Com música e abertura dos food trucks, as festividades tiveram início às 17h. Às 19h30, Xande de Pilares, principal atração da noite, subiu no trio elétrico situado à esquerda da tela. Entre outros sucessos, o artista cantou “Tá Escrito”, escolhida pelos jogadores da Seleção Brasileira, na época, a música da Copa de 2014.

E MAIS:
Além dos lances de perigo, o momento que mais gerou reações na Arena foi a aparição de Jair Bolsonaro no telão de oito por quatro metros. Um misto de vaias e aplausos disputou os ouvidos do público presente.

Ao fim do primeiro tempo, que acabou com um 0 a 0 morno e o “freesom negativo” da torcida no Morumbi, que escapou pelos altos falantes da Fan Fest, a principal reclamação de Wallace Faustino, de 27 anos, foi a lentidão do meio-campo brasileiro.

- Falta velocidade, dinâmica. A lentidão do meio-campo do Brasil dá a chance de a Bolívia abaixar a linha pra se recompor. Estou acostumado com velocidade dos times do passado, como a Seleção de 2002 - analisou o saudoso mecânico elétrico.

Fan Fest
Público compareceu ao evento (Foto: João Vítor Castanheira/Lance!)
Por outro lado, o que não recebeu reclamações por parte do carioca foi o preço da cerveja da patrocinadora do local. Comprando duas cervejas por dez reais, o cliente ganhava um copo temático.

- O preço e o ambiente estão muito bons. Só o que não agradou foi o empate da Seleção brasileira no primeiro tempo.

Pericles Mecenas, 44 anos, um dos produtores do evento, mostrou-se satisfeito para a estreia. O organizador acreditava que as manifestações populares contra medidas do Governo Federal, que ocuparam o centro do Rio de Janeiro nesta sexta-feira, influenciaria em uma presença menor do público.

- Ultrapassou as expectativas, tudo funcionou. Esperava um público menor devido às manifestações. Tudo funcionou bem.

O próximo evento acontece na terça-feira, dia 18, para o jogo da Seleção contra a Venezuela, e a Arena recebe o cantor Thiago Martins, com seu repertório pop.


Facebook Lance Twitter Lance