Era Barroca é marcada por letalidade no segundo tempo das partidas
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Era Barroca é marcada por letalidade no segundo tempo das partidas

  •  Botafogo x Vasco
    Barroca soma nove jogos pelo Botafogo. Veja, a partir da imagem a seguir, os duelos vencidos com gols no 2ºT (Foto: Thiago Ribeiro/Botafogo)
  •  Botafogo x Fortaleza
    Botafogo 1x0 Fortaleza - Gol de Alex Santana aos 70' (Foto: Vitor Silva/Botafogo)
  •  Fluminense x Botafogo
    Fluminense 0x1 Botafogo - Gol de Alex Santana aos 72' (Foto Vítor Silva/Botafogo)
  •  Sol x Botafogo
    Sol de América 0x1 Botafogo - Gol de Erik aos 73' (Foto: Divulgação/Twitter Sol de América)
  •  Botafogo x Vasco
    Botafogo 1x0 Vasco - Gol de Diego Souza aos 58' (Foto: Thiago Ribeiro/Botafogo)
Lazlo Dalfovo - 05/06/2019 - 06:50
Rio de Janeiro (RJ)
Logo em sua apresentação, Eduardo Barroca foi direto: o seu objetivo era o de resultados a curto prazo para que, na pausa para a Copa América, a continuidade esteja alinhada à confiança da torcida e da diretoria. Até o momento, o Botafogo tem alcançado as metas graças à sua letalidade nos segundo tempo dos jogos. 

Explica-se: das seis vitórias em nove confrontos realizados sob o comando de Eduardo Barroca, quatro foram possíveis graças a gols a partir dos 25 minutos da etapa final. A situação ocorreu diante de Fortaleza, Fluminense, Sol de América (ida da segunda fase da Sul-Americana, no Paraguai) e Vasco.



E mais: em todos os exemplos citados, o placar foi o magro e suficiente 1 a 0, com gols de Alex Santana (2), Erik e Diego Souza. Já nas outras duas vitórias deste ínterim, houve uma chuva de gols no primeiro tempo: dois dos quatro diante do Sol de América, no confronto do Nilton Santos, e três contra o Bahia.

Ao comentar sobre esta peculiaridade, Barroca destacou o bom preparo físico da equipe - cuja equipe, agora, tem Anderson Gomes e Felipe Capella. 

- Oito jogadores de linha que começaram o jogo estavam com 20km a mais do que os jogadores do Vasco. De quarta para hoje foi o período em que menos trabalhei. Não tive possibilidade de dar carga. É o quarto jogo que o time ganha no segundo tempo. Faço uma reverência ao corpo de trabalho.

O QUE MELHORAR

Classificado às oitavas da Sul-Americana e eficiente nas poucas oportunidades que tem criado, o Botafogo já definiu o escopo para seguir em evolução: aumentar o repertório para conquistar pontos fora do Rio no Brasileirão. 

- Os resultados estão aí para comprovar. Evidente que jogar ao lado do torcedor, com um ambiente favorável, facilita, mas precisa ter repertório para desenvolver fora de casa, se superar para conquistas mais pontos mantendo uma forma de trabalhar. Teremos um jogo difícil contra o CSA, vamos fazer nosso melhor, encarando todos sem sair do nosso foco, para pontuar o máximo até a nona rodada para depois da Copa América desenvolver um modo qualitativo maior - salientou o treinador alvinegro.

Se venceu seis vezes, Eduardo Barroca perdeu os outros três jogos a serviço do Botafogo - o duelo com o Palmeiras, cabe destacar, está sub judice. Todos distante do Rio. Agora, como já destacado pelo treinador, encara o CSA, às 16h deste domingo, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. 

NÚMEROS DA ERA BARROCA

- JOGOS: 9
- VITÓRIAS: 6
- DERROTAS: 3
- GOLS MARCADOS: 11
- GOLS SOFRIDOS: 6*

* Somando o gol sofrido para o Palmeiras, cujo resultado não foi homologado.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance