Após duas derrotas, América-MG demite Givanildo Oliveira
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Após duas derrotas, América-MG demite Givanildo Oliveira

Givanildo de Oliveira (Foto: Carlos Cruz)
Givanildo de Oliveira deixou o Coelho após assumir o time no fim do Brasileiro de 2018, para tentar evitar o rebaixamento, o que não ocorreu- (Foto: Carlos Cruz)
Valinor Conteúdo - 01/05/2019 - 15:45
Belo Horizonte
O América-MG fez a primeira grande mudança no seu time em 2019. Demitiu o técnico Givanildo Oliveira, após a segunda derrota da equipe na Série B. O Coelho caiu na estreia para o Operário-PR, fora de casa e diante do Botafogo-SP, no Independência, no dia do aniversário do clube de 107 anos.

As críticas ao treinador ganharam mais força com o início da Série B, mas o desempenho no Mineiro e a eliminação na Copa do Brasil, para o Juventude, contribuíram para a decisão da direção americana.

Em 2019, o treinador comandou o Coelho em 18 jogos, com sete vitórias, cinco empates e seis derrotas, por Mineiro, Copa do Brasil e Série B.

Givanildo estava à frente do Coelho desde novembro de 2018, em sua quinta passagem pelo clube, quando assumiu no lugar de Adílson Batista, para tentar evitar o rebaixamento americano na Série A, o que quase conseguiu, mantendo chances de ficar na elite até a ultima rodada. Ao todo, ele dirigiu o América-MG em 258 jogos, com 123 vitórias, 68 empates e 67 derrotas.



A última vez que Givanildo comandou o Coelho, entre setembro de 2014 a julho de 2016, o técnico levou o time americano de volta à primeira divisão em 2015 e venceu o Mineiro de 2016.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance