De volta ao Vasco, Luxemburgo projeta campeonato de 12 jogos: 'Não sou covarde. É hora da colaboração'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

De volta ao Vasco, Luxemburgo projeta campeonato de 12 jogos: 'Não sou covarde. É hora da colaboração'

Coletiva Luxemburgo
Vanderlei Luxemburgo se recupera após contrair Covid-19 (Reprodução Vasco TV)
Felippe Rocha - 04/01/2021 - 14:36
Rio de Janeiro (RJ)
O Vasco tem como novo treinador o mesmo que comandou a arrancada contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro de 2019. Reapresentado, Vanderlei Luxemburgo tem como meta, agora, livrar o Cruz-Maltino da degola no Campeonato de 2020, que termina no mês que vem. Se antes ele chegou no início da competição, agora o desafio está muito claro.

- É minha terceira vez aqui. Não podemos esquecer. Minha história de futebol começou aqui. O primeiro time que dirigi foi aspirantes do Vasco no Maracanã. Tenho história lá de trás. E o Campello também. Somos velhos de idade e somos amigos de muito tempo - disse Luxa, que foi além.


- Voltar ao Vasco da Gama... Eu voltava de Covid, com tosse, resquício. Fica no corpo da gente. Mas vendo o momento do Vasco, vendo o que o Vasco já fez comigo. Tive o prazer de dirigir o Vasco da Gama ano passado (2019). Eu não sou covarde. É hora da colaboração. Entendi que era uma convocação. Vai ser um campeonato de 12 jogos. Estou muito orgulhoso de voltar ao Vasco. Vai ser muito importante não brigar contra o rebaixamento, mas pensar na manutenção do Vasco na primeira divisão - analisou, durante apresentação, na tarde desta segunda-feira.

Vanderlei não receberá salários, mas uma premiação a depender dos objetivos alcançados ao final da competição. Ele foi apresentado ao lado do atual presidente Alexandre Campello - a duas semanas do fim do mandato - e de outro recém chegado, o diretor executivo Alexandre Pássaro, que deixou o São Paulo, após o fim do contrato, na semana passada.

- Não me apego muito aos rótulos, aos cargos. A função é muito parecida. Eu trabalhava com o Raí. Nada que o Raí não fizesse e vice-versa. Vou viver o que já vivi. Com as particularidades de cada clube. Trabalho totalmente diferente - explicou Pássaro.

-> Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

A princípio, ambos continuarão no clube com o próximo mandatário, Jorge Salgado, que assume na próxima quinzena. O próximo jogo do Vasco é diante do Atlético-GO, nesta quinta-feira.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance