Em partida eletrizante, Vasco empata com o Bahia em São Januário e conquista a Copa do Brasil sub-20
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
Escudo - Vasco
3
-
3
Escudo do Bahia

Em partida eletrizante, Vasco empata com o Bahia em São Januário e conquista a Copa do Brasil sub-20

Vasco Campeão Copa do Brasil sub-20
Vasco empata com o Bahia  e conquista o título inédito da copa do Brasil sub-20 (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Felipe Melo - 03/01/2021 - 20:14
Rio de Janeiro (RJ)
O Vasco empatou com o Bahia, em São Januário, por 3 a 3, neste domingo, e conquistou o título inédito da Copa do Brasil sub-20. No primeiro tempo,  João Laranjeira e o paraguaio Matías Galarza marcaram para os cariocas, enquanto Gabriel descontou para os baianos. Já na etapa final, Douglas Borel e Marcelo viraram para o Tricolor, mas Caio Eduardo fez o gol do título do Gigante da Colina no fim. 


Com o título, os Meninos da Colina aumentaram a expectativa da torcida para uma safra de novos jogadores, que podem render bons frutos ao time profissional. Durante a partida, Maurício Copertino, auxiliar de Luxemburgo, e Alexandre Pássaro, novo diretor executivo e Fabiano Lunz, supervisor de futebol, acompanharam de perto a decisão.

+Confira e simule a classificação do Campeonato Brasileiro



Esquadrão Tricolor antecipa a marcação
A partida começou muito disputada, com as duas equipes se estudando no meio-campo. Com muita disposição, o Bahia procurou explorar uma marcação alta, não dando espaço para o Vasco sair jogando. Dessa forma, os cariocas cometeram alguns erros defensivos, que não foram aproveitados pelos baianos. Na melhor oportunidade, o goleiro Cadu saiu jogando errado e deu um presente para Daniel, que bateu fraco para boa recuperação do arqueiro vascaíno. 

Gol bem anulado do Cruz-Maltino
Apesar do Bahia trabalhar bem a marcação no meio-campo não dando espaço para o setor ofensivo do adversário, foi o Vasco que teve as melhores chances de abrir o placar ainda no primeiro tempo. Após boa jogada do lateral-esquerdo Riquelme, que cruzou rasteiro na área, Caio Lopes dividiu com o zagueiro e a bola sobrou para Gabriel Pec estufar a rede. No entanto, o gol foi bem anulado, já que a pelota bateu na mão do camisa 11 na origem da jogada.

Artilheiro abre o placar
Com muita liberdade pelo lado esquerdo, Riquelme aproveitou e explorou bem os espaços, sendo um jogador importante no setor ofensivo vascaíno. Até que aos 25 minutos, Gabriel Pec construiu uma linda jogada ao fazer fila na defesa do Bahia e só teve o trabalho de rolar a bola para Laranjeira. O artilheiro do Gigante da Colina na competição estufou a rede e abriu o placar. 

Paraguaio amplia, mas Bahia diminui
Seis minutos depois, a defesa do Bahia vacilou e o Vasco ampliou o placar. O zagueiro Lucimário tentou proteger a bola diante do goleiro Fabrício, mas o camisa 8 Matías Galarza aproveitou o erro e com apenas um toque ampliou o placar. No fim da primeira etapa, após cobrança de escanteio, Gabriel se antecipou, e mesmo ao se chocar com o goleiro Cadu, diminuiu e recolocou o Tricolor na partida.  

Vira-vira Tricolor!
Na etapa final, o Bahia foi com tudo para cima em busca do resultado e conseguiu empatar aos 21 minutos. Thales recebeu na ponta esquerda e cruzou na medida para Douglas Borel finalizar no fundo da meta da Cadu. Logo depois, Daniel deu um ótimo passe para Marcelo, que dominou com categoria, e colocou no canto para virar o jogo para o Tricolor e dar esperança à torcida.

Pressão vascaína até o fim
Na sequência do jogo, Gabriel, do Bahia, fez falta em Matías Galarza e foi expulso, deixando o Bahia com menos um. A partir disso, o Vasco passou a pressionar em busca do empate. Aos 42, Caio Lopes aproveitou o belo cruzamento de Riquelme e cabeceou com perigo, mas o goleiro do tricolor salvou, afastando o perigo. 

Gol do título inédito
Aos 47, Caio Eduardo, de apenas 17 anos, que entrou no segundo tempo, fez uma linda tabela pela esquerda, e chutou com força para estufar as redes do Bahia e sacramentar o título inédito do Vasco na Copa do Brasil sub-20. O iluminado atleta era titular da equipe, mas ficou na reserva porque Riquelme, que estava nos profissionais voltou para jogar a decisão. 

FICHA TÉCNICA
VASCO 3X3 BAHIA


Data/Hora: 03/01/2021, às 19h
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rejane Caetano da Silva (FIFA-RJ)
Assistentes: Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sa (RJ) e Rafael Sepeda de Souza (RJ)
Renda/Público: Portões fechados

Cartões amarelos: Jeferson Douglas, Barcellos, Gabriel e Marcelo (BAH) / Matías Galarza (VAS)
Cartão vermelho: Gabriel (BAH)

Gols: Laranjeira (25'/1ºT) (1-0) e Matías Galarza (31'/1ºT) (2-0),  Gabriel (46'/1ºT) (2-1), Douglas Borel (21'/21ºTT) (2-2), Marcelo (24'/2ºT) (2-3), Caio Eduardo (47'/2ºT) (3-3).

VASCO (Técnico: Diogo Siston)
Cadu, JP Galvão, Menezes, Zé Vitor, Riquelme (Caio Eduardo 43'/2ºT); Caio Lopes, Matias (Weverton 50'/2ºT), João Pedro (Marcos Dias 29'/2ºT), Gabriel Pec (Rodrigo 50'/2ºT) , MT (Arthur 29'/2ºT); Laranjeira (Juan 43'/2ºT).

BAHIA (Técnico: Eduardo Guadagnucci)
Fabricio, Douglas Borel, Gabriel, Lucimário, Thales (Pedro 29'/2ºT); Barcellos (Pará - intervalo), Hiago (João Vitor 15'/2ºT), Jeferson Douglas; Daniel, Christian (Gregory 15'/2ºT) e Marcelo (Ryan 29'/2ºT).


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance