Em meio à turbulência, Vasco terá semana cheia para anunciar novo treinador e reconquistar a confiança
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Em meio à turbulência, Vasco terá semana cheia para anunciar novo treinador e reconquistar a confiança

Treino - Vasco
Vasco busca reconquistar a confiança e reencontrar o caminho das vitórias (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
Felipe Melo - 12/10/2020 - 08:00
Rio de Janeiro (RJ)
Após a derrota para o Flamengo por 2 a 1, em São Januário, o Vasco terá uma semana cheia para anunciar o novo treinador e definir as diretrizes para o restante da temporada. A equipe só volta a campo contra o Internacional, no domingo, em Porto Alegre. Com isso, discurso do elenco é que o grupo necessita reconquistar a confiança e reencontrar o caminho das vitórias.

- Eu entendo que o clube tem uma semana para se organizar. E eu tenho certeza absoluta que os jogadores entrarão em sintonia com o que vem pela frente. Tenho certeza que o equilíbrio vai voltar e isso é o que dá confiança ao atleta, à equipe. E o que o Vasco necessita é de confiança baseada em uma organização que a gente percebe que tem aqui - disse Alexandre Grasseli.

Restando apenas um mês para as eleições no clube, o desafio da diretoria é trazer um nome que consiga extrair o equilíbrio da equipe e as boas atuações do início do campeonato. Enquanto isso, reforços seguem em pauta e a torcida cobra por resultados e um elenco mais consistente.


Um dos pontos mais questionados pela torcida é sobre a aposta em jogadores da base. Neste domingo, o Vasco ganhou a primeira partida da final da Taça Guanabara sub-20 contra o Madureira. Na campanha, alguns jogadores mostraram que podem ajudar e entrar aos poucos na equipe principal. Dos Meninos da Colina: MT, Caio Lopes, Riquelme, Arthur Salles, Laranjeira e Weverton pedem passagem e se destacam na categoria.


E MAIS:
No Clássico dos Milhões, Alexandre Grasseli dirigiu a equipe, que fez um bom primeiro tempo defensivamente. O time jogou no erro do adversário, e se mostrou mais compacto, sem os espaçamentos do duelo com o Bahia. Com a mudança para o 4-4-2, e as entradas de Cayo Tenório e Carlinhos, a equipe se comportou melhor, mas ainda longe do ideal. 

Sendo assim, velhos problemas voltaram a aparecer na etapa final. Um deles é a falta de repertório e a enorme dificuldade de criação, com a bola chegando pouco ao centroavante Cano. O time carece de criatividade no meio-campo e trouxe o argentino Leonardo Gil para reforçar o setor e ajudar Martín Benítez.

Além dele, a direção do Vasco busca acertos com o lateral-direito equatoriano Antonio Valencia, ex-Manchester United, com o ponta ganês Latif Blessing, do LA FC, e com o meia Patrick, do Grêmio. O jovem do Imortal Tricolor é nome mais próximo de acertar com a equipe de São Januário.

Cabe salientar que o Vasco tem um jogo a menos que seus adversários, porém necessita ligar o alerta. Sem vencer há 7 jogos na temporada, a equipe foi eliminada da Copa do Brasil e tem despencado na tabela. Com os resultados, os times da parte de baixo se aproximam do Cruz-Maltino, que precisa voltar a vencer e ainda terá a Copa Sul-Americana em seu calendário. 

Facebook Lance Twitter Lance