Felipe detona declarações e alerta torcida do Vasco: 'Não caia nessa'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Felipe detona declarações e alerta torcida do Vasco: 'Não caia nessa'

Após a partida vencida pelo Vasco por 3 a 2, Felipe respondeu Love: "As partidas se ganham dentro de campo e não fora. Agora sim posso responder. Ele tem 28 dias para descansar e treinar para o Brasileiro. Quem ganha a vida com a boca é cantor"
Felipe se manifestou nas redes sociais após o empate contra o Paraná (Reprodução)
LANCE! - 02/10/2018 - 15:57
Rio de Janeiro (RJ)
Logo após o empate contra o Paraná, lanterna do Brasileirão, o técnico Alberto Valentim e alguns jogadores do elenco vascaíno citaram o caos político instalado em São Januário como um dos motivos para a má atuação e da situação complicada na tabela. Horas depois, o ex-jogador Felipe, ídolo e maior vencedor da história do clube, se manifestou nas redes sociais. O 'Maestro' detonou as palavras e fez duras cobranças a todo elenco.

Na postagem, Felipe relembrou títulos conquistados em cenários políticos semelhantes. Ele alerta os torcedores de que os atletas e comissão técnica estão 'transferindo a responsabilidade' pelos maus resultados. Confira na íntegra:

'Após mais um resultado frustrante do nosso Vasco, ouvi declarações muito preocupantes por parte de alguns jogadores e membros da comissão técnica no sentido de dizerem que a “questão política” está atrapalhando o time em campo.

Sendo assim, achei justo lembrar que em 94, 97, 2000, 2003 e 2011 o Vasco foi CAMPEÃO! Sendo todos esses anos eleitorais... Torcedor, não se engane com esse discurso. O nome disso é transferência de responsabilidade.
Além de tudo, a eleição foi remarcada tem uma semana! Me respondam: O Vasco está na posição que está por causa dessa semana?

E como todo respeito ao Paraná, mas o Vasco na situação que está, não pode desperdiçar pontos contra uma equipe que até ontem tinha 16 pontos em 78 possíveis. Com política ou sem política.

Não caia nesse discurso, torcedor. Posso falar porque já estive lá dentro e cansei de participar de conquistas em anos eleitorais, alguns com cenários muito mais complicados que o atual.

Por isso, faço um pedido àqueles que representam nossa camisa dentro de campo: assumam a responsabilidade da parte que lhes cabe, que é jogar futebol.'


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance