Como o time do Vasco se formou para os dois mata-matas em cinco dias
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Como o time do Vasco se formou para os dois mata-matas em cinco dias

Portuguesa x Vasco
Yago Pikachu já vem sendo dos jogadores mais importantes do Vasco (Rafael Ribeiro/Vasco)
Felippe Rocha - 05/02/2019 - 12:33
Rio de Janeiro (RJ)
A fase classificatória da Taça Guanabara já se foi e o Vasco passou por ela com louvor. Apesar de ser apenas o sexto jogo da temporada, começou a hora dos jogos eliminatórios. Nesta quarta-feira, contra a Juazeirense, e no domingo, diante do Resende, o time que apresentou 100% de aproveitamento nos cinco jogos até aqui na temporada terá suas primeiras decisões. Em pouco tempo, o time de Alberto Valentim se encontrou. Mas como?

No gol, Fernando Miguel sempre foi a opção para a camisa 1. Após barrar Martin Silva, que, inclusive, deixou o clube. Nomes foram oferecidos, alguns estudados, mas nenhum avanço foi consumado que justificasse concorrência de alguém experiente. Jordi e Gabriel Félix são as opções, mas nem jogaram ainda no ano.

A linha de defesa foi sendo desenhada ao longo da pré-temporada, apesar da considerável rotatividade nas atividades e nos jogos até aqui. Mas Cáceres e Danilo Barcelos, com características diferentes, se firmaram laterais, e com Werley e Leandro Castan mantidos no miolo da defesa.

E MAIS:
A dupla de volantes teve Lucas Mineiro consolidado e Raul se afirmando, embora Andrey tenha tido oportunidade. Mas acabou expulso contra o Americano... na linha à frente, pouco a pouco Yago Pikachu, na direita, e Thiago Galhardo, pelo centro, foram ganhando minutos. O grande início de ano de Marrony lhe fez abocanhar uma vaga que chegou a ser de centroavante, mas, hoje, é pela esquerda da criação.

Maxi López deverá começar como titular pela primeira vez, barrando Ribamar. Ainda há Bruno César, grande contratação para o ano, precisando ganhar mais minutos antes de começar uma partida.

Facebook Lance Twitter Lance