Castan admite briga do Vasco contra Z4: 'Nunca prometemos Libertadores'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Castan admite briga do Vasco contra Z4: 'Nunca prometemos Libertadores'

Leandro Castan - Vasco
Castan concedeu entrevista coletiva no CT do Almirante (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)
LANCE! - 09/09/2019 - 16:05
Rio de Janeiro (RJ)
Alguns bons desempenhos recentes fizeram com que o Vasco começasse a sonhar mais alto no Campeonato Brasileiro. No entanto, a ordem no clube é ter os pés no chão. Ecoando o que o técnico Vanderlei Luxemburgo já havia afirmado, o zagueiro Leandro Castan ressaltou que a briga da equipe será contra a zona de rebaixamento.

- Nunca prometemos chegar na Libertadores. Nossa briga é lá embaixo e estamos continuando. Estamos fora da zona de rebaixamento, mas vamos brigar até o fim. Incomoda, mas temos certeza que vamos brigar até o fim do ano - disse, durante entrevista coletiva no CT do Almirante, nesta segunda-feira.

TABELA
> Confira a classificação e o simulador do Brasileiro clicando aqui




O Cruz-Maltino não teve boa atuação no último sábado e perdeu para o Bahia por 2 a 0 em São Januário. Castan analisou a partida e afirmou que o Vasco sente mais dificuldades contra times mais fechados. O próximo confronto será contra a Chapecoense, fora de casa, no sábado, às 19h (de Brasília).

- É difícil falar o que acontece. Como jogador, temos de trabalhar. Hoje está todo mundo querendo treinar com bola, porque essa é a única coisa a fazer. Nosso time entrou empolgado para tentar a vitória. Ninguém entrou para perder. O estádio estava lotado. Nosso jogo não encaixou, não conseguimos jogar. O Bahia tem qualidade - analisou o defensor, que foi além.

- Sabemos defender bem e construir o contra-ataque, mas as vezes não conseguimos fazer a jogada. Temos que melhorar. Contra times que atacam, nosso jogo encaixa mais, eles dão mais espaços. Ainda precisamos melhorar. Temos o segundo turno inteiro para isso - completou.

E MAIS:
Veja outras respostas: 

Volta de Talles


Ganha muito. No momento que vivemos, todo mundo é fundamental. O Talles é um dos principais jogadores da equipe. Ele entrou, segurou a camisa e tem sido um dos melhores em campo. É bom que ele estará conosco e vai nos ajudar. A alegria dele de jogar ajuda. Não temos de enchê-lo de responsabilidade, tem só 17 anos. Mas é bom tê-lo aqui.

Dificuldades do Vasco

O Vasco é um clube de reestruturação. Hoje o Vasco tem outra realidade. É difícil brigar com equipes mais estruturadas. O Vasco é uma equipe de tradição, com camisa pesada. É difícil falar isso.

Chapecoense

Será um jogo difícil contra uma equipe que também está brigando. É um confronto direto, importante para nós. Respeitamos a Chapecoense e temos que impor nosso ritmo e buscar a vitória fora de casa. Nunca joguei na Arena Condá e nem enfrentei o Everaldo. É um centroavante de qualidade, temos que estar atentos.

Facebook Lance Twitter Lance