LANCE! Espresso: Arrascaeta é o maior culpado em uma briga sem chance de reconciliação
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

LANCE! Espresso: Arrascaeta é o maior culpado em uma briga sem chance de reconciliação

Arrascaeta - Cruzeiro
Arrascaeta é alvo do Flamengo e não se apresentou no Cruzeiro após as férias (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Fabio Chiorino e Rodrigo Borges - 08/01/2019 - 08:32
São Paulo (SP)
A discussão sobre o destino do meia Arrascaeta já teve de tudo: protestos da diretoria do Cruzeiro, revide do empresário e do próprio uruguaio e um silêncio estratégico do Flamengo. Agora, a Raposa abriu de vez guerra com o Rubro-Negro, notificando o Fla na CBF e na Fifa por aliciamento ao atleta. É possível discutir erros de todos os lados. Itair Machado, vice-presidente do Cruzeiro, foi além do razoável ao revelar detalhes da proposta carioca, que supostamente triplicaria o salário do jogador. O Flamengo, por sua vez, demorou para fazer uma proposta oficial, permitindo que muitas informações sobre a negociação vazassem para a imprensa. Mas o maior culpado neste episódio certamente é Arrascaeta. Não se apresentou após as férias, tentou se vitimizar após revolta dos torcedores do Cruzeiro e agora age como se o clube tivesse obrigação de liberá-lo para atender ao seu desejo. Diferentemente das investidas por Dedé, o Cruzeiro já deixou claro que o uruguaio não é inegociável. Itair Machado já afirmou que aceita reduzir multa rescisória de 80 para 10 milhões de euros. Alguém ainda precisará ceder para que o episódio enfim tenha um desfecho, mas é quase impossível imaginar Arrascaeta voltando a vestir azul. A quebra de respeito acabou com as chances de reconciliação.

Quer ler mais opinião e informação todos os dias? O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. É uma leitura rápida e saborosa como aquele cafezinho de todos os dias, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises e contextualização de Fabio Chiorino e Rodrigo Borges. Clique aqui e inscreva-se.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance