Australianos e franceses levam convites para o Aberto da Austrália
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Australianos e franceses levam convites para o Aberto da Austrália

Tsonga leva convite para o Aberto da Austrália 2019
Divulgação/Australian Open
Tênis News - 06/12/2018 - 11:47
Melbourne (Austrália)
Aos poucos, os jogadores contemplados com convites para a disputa do primeiro Grand Slam de 2019, o Aberto da Austrália, em janeiro, vão sendo conhecidos. A Federação Australiana e a Federação Francesa anunciaram dois de seus escolhidos.

Os jovens australianos Jason Kubler e Priscilla Hon terão a chance de jogar novamente na frente de seus torcedores. Kubler, de 25 anos de idade, jogará a chave principal do torneio masculino pela terceira vez em sua carreira. Já Hon, de 20 anos, jogou o Slam australiano também em 2016 e fará sua segunda aparição.

"Estou ansioso para jogar na frente da minha torcida, com meus amigos e familiares lá para me apoiar. A oportunidade de jogar no Aberto da Austrália é incrível e, novamente, algo que aprecio muito", disse Jason, que tentará passar da primeira rodada do evento pela primeira vez.

"Ter a plateia entrando na atmosfera do jogo é incrível e é sempre emocionante jogar na frente de uma multidão que está sempre te apoiando. Quem quer que eu enfrente, vai ser difícil. Espero que não jogue contra a número 1, mas quero dizer que, se for, será na quadra central e será uma ótima atmosfera. Não tenho nada a perder contra quem eu jogar", enfatizou Priscilla, que também parou na primeira fase há quase três anos.


Tsonga e Burel também levam convites

Franceses de gerações diferentes, Jo-Wilfried Tsonga e Clara Burel também ganharam a chance de jogar o Major que começa no dia 14 de janeiro. Burel, aos 17 anos, disputará a chave principal feminina de um Slam pela primeira vez. Já Tsonga, de 33, foi vice na Austrália em 2008.

A jovem é a atual líder do ranking mundial juvenil, foi campeã do Masters Junior de fim de ano e ficou com o vice-campeonato do US Open da categoria e dos Jogos Olímpicos da Juventude, em Buenos Aires.

Jo-Wilfried já foi quinto do mundo em 2012, mas teve um 2018 conturbado por várias lesões e teve que, inclusive, passar por cirurgia no joelho. Ele ocupa apenas a 258ª posição da lista da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP).

Facebook Lance Twitter Lance