Brasil inicia novo ciclo de Tite com vitória sobre os Estados Unidos

Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
AFP
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
Pedro Martins/Mowa Press
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
Pedro Martins/Mowa Press
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
Pedro Martins/Mowa Press
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
Pedro Martins/Mowa Press
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
AFP
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
Pedro Martins/Mowa Press
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
AFP
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
AFP
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
Pedro Martins/Mowa Press
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
Pedro Martins/Mowa Press
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
Pedro Martins/Mowa Press
Confira as principais imagens da vitória da Seleção Brasileira
Pedro Martins/Mowa Press
Vinícius Faustini - 07/09/2018 - 23:24
Nova Jersey (EUA)

Não foi uma atuação de encher os olhos, mas o novo ciclo de Tite para o Brasil começou de maneira segura. Com gols de Roberto Firmino e Neymar, de pênalti, a Seleção Brasileira garantiu a vitória por 2 a 0 sobre os Estados Unidos, nesta sexta-feira, em Nova Jersey. A partida teve como um dos destaques, a estreia de quatro jogadores: Arthur, Everton, Paquetá e Richarlison

Boas perspectivas?
Logo na escalação, Tite evidenciou as mudanças de rota da Seleção. Fabinho, que sequer foi para o Mundial, ocupou a lateral direita e sofreu o pênalti que gerou o gol de Neymar. Fred foi discreto ao ter chance de mostrar serviço após não jogar a Copa. Douglas Costa e Roberto Firmino renderam os melhores momentos da equipe.

Cartão de visitas
Após ser lançado na direita, Douglas Costa passou como quis pela defesa americana e cruzou para Roberto Firmino estufar a rede aos dez minutos.

Cochilo e ameaça americana
A Seleção ainda teve chance de ampliar em bomba de Casemiro. Porém, aos poucos a equipe passou a cadenciar o jogo e abriu espaço para avanços dos Estados Unidos. McKennie exigiu defesas do goleiro Alisson.

Neymar deixa o seu
Na sua primeira partida após ser oficializado como capitão da Seleção Brasileira, Neymar anotou o seu, em uma atuação mediana. O camisa 10  teve altos e baixos contra a defesa dos Estados Unidos e desperdiçou boa chance em tabela com Douglas Costa. E, aos 42 minutos, fez seu gol de número 58 pelo Brasil, cobrando com categoria pênalti “cavado” por Fabinho.

Bom começo e... lentidão!
A volta do intervalo do Brasil foi promissora. Douglas Costa tabelou com Firmino e, na sobra, Fred exigiu Steffen. No entanto, a equipe voltou a cadenciar seu ritmo. Os Estados Unidos ameaçaram com Trapp e McKennie, mas logo passaram a esbarrar em suas limitações, tornando o jogo mais sonolento.

Novos testes
Aos poucos, Tite fez testes, entre eles “calouros” como Lucas Paquetá, Richarlison e Arthur. O ritmo cadenciado já assolava o jogo, com uma vitória segura. Longe de ser brilhante, o Brasil começou com o pé direito a nova etapa de Tite.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 2 X 0 EUA
Local:
MetLife Stadium, Nova Jersey (EUA).
Data-Hora: 07/09/2018, às 21h05 (de Brasília).
Árbitro: Fernando Guerrero (MÉX)
Assistentes: Alberto Morin e Andres Hernandez Delgado (MÉX)

Gols:
Roberto Firmino, 10’/1ºT (0-1) e Neymar, 42’/2°T – (0-2)

ESTADOS UNIDOS:
Stefen; Yedlin, Miazga, Brooks, Robinson; Trapp, Arriola (Acosta 10’/2º T), Adams, McKennie (Delgado 39’/2º T) e Green (Weah 10’/2º T); Wood (Zades 24’/2º T). Técnico: Dave Sarachan

BRASIL: Alisson; Fabinho, Marquinhos, Thiago Silva (Dedé 35’/2º T) e Filipe Luís; Casemiro (Arthur 17’/2º T), Douglas Costa (Willian 17’/2º T), Fred, Philippe Coutinho (Lucas Paquetá 24’/2º T) e Neymar (Everton 35’/2º T); Roberto Firmino (Richarlison 29’/2º T). Técnico: Tite.