São Paulo aprova reeleição para presidente, mas rejeita redução do número de conselheiros do clube

São Paulo aprova reeleição para presidente, mas rejeita redução do número de conselheiros do clube

Votação do Conselho Deliberativo abriu caminho para a reeleição de Julio Casares no São Paulo (Foto: Divulgação)
LANCE! - 17/12/2021 - 21:22
São Paulo (SP)
Nas duas principais propostas entre as 24 que foram colocadas em votação entre quinta-feira e esta sexta, fato que chegou a gerar protesto de torcedores no primeiro destes dias, o Conselho Deliberativo do São Paulo aprovou a possibilidade de reeleição presidencial no clube e rejeitou a diminuição no número do seu quadro de conselheiros de 260 para 200 membros. 

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!


A aprovação da reeleição abriu caminho para a permanência de Julio Casares para um segundo mandato. O dirigente foi eleito presidente em dezembro do ano passado para ocupar o cargo até o fim de 2023, sendo que o estatuto vigente, cujas mudanças agora foram votadas pelos conselheiros, não permitia que ele fosse mantido no posto para um segundo período à frente do clube.

No pleito para esta proposta, 146 votaram a favor da reeleição, 83 contra e houve duas abstenções. Já em relação à possível redução no número de conselheiros do clube, 121 foram contrários a esta ideia, 90 favoráveis e outros 20 membros deste órgão tricolor acabaram não participando desta votação.

E MAIS:
Vale destacar, porém, que a votação de uma outra proposta aprovou o aumento do tempo de mandato dos conselheiros para seis anos, e isso ocorrendo sem um limite de prazo para reeleição dos membros. Nesta votação, 132 foram favoráveis, 83 se manifestaram contra e houve 16 abstenções.

A maioria das 24 propostas colocadas em votação foi aprovada e 231 dos 254 membros do Conselho Deliberativo do Tricolor participaram deste pleito. Assim, 23 pessoas acabaram ficando fora deste processo, que ocorreu em reunião online em meio às restrições impostas pela pandemia da Covid-19.

Após o fim da votação das 24 propostas, as que foram aprovadas agora serão encaminhadas para a Assembleia de Sócios do clube, sendo que o presidente do Conselho Deliberativo são-paulino, Olten Ayres de Abreu, tem 30 dias para convocar a assembleia, cujo prazo máximo para ser realizada é de 45 dias.



Facebook Lance Twitter Lance