Julio Casares confirma que será candidato à presidência do São Paulo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Julio Casares confirma que será candidato à presidência do São Paulo

Julio Casares - São Paulo
Julio Casares faz parte do Conselho de Administração da atual gestão (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Fellipe Lucena - 11/05/2020 - 14:19
São Paulo (SP)
Julio Casares confirmou que será candidato à presidência do São Paulo nas eleições de dezembro. Ele já era dado como certo na disputa, sobretudo depois que uma coalizão com sete grupos de conselheiros (que agora são oito) se manifestou favorável a seu nome.

Julio confirmou que será candidato ao blog do jornalista Paulo Vinícius Coelho, do Grupo Globo, e reforçou em contato com o LANCE!:

- Minha candidatura está posta e não me pertence mais. Ela pertence a oito grupos e futuramente mais um que está vindo - disse.



E MAIS:
- Eu me sinto lisonjeado pelo apoio de 142 conselheiros, cada vez mais crescente. Agora estamos trabalhando no plano de gestão, que é o mais importante - emendou.

Este número de conselheiros é relevante, pois representa mais da metade do total de 260 que estarão aptos a votar em dezembro. No entanto, nem todos continuarão nas cadeiras até lá, já que haverá eleição para o Conselho em novembro, com 100 novos mandatos.

Ex-diretor de marketing e conhecido da torcida sobretudo pelo trabalho na primeira década dos anos 2000, Julio Casares é conselheiro vitalício e membro do Conselho de Administração da gestão Leco. É, em tese, o candidato da situação. Os grupos que o apoiam, porém, dizem que não se trata exatamente de situação, mas de uma coalizão com diferentes correntes. Isso inclui o ex-presidente José Eduardo Mesquita Pimenta, derrotado por Leco nas últimas eleições.

Quem vai enfrentá-lo?

Os grupos de oposição ao presidente Leco ainda estudam o nome ideal. Os principais cotados são Roberto Natel, vice-presidente rachado com Leco, e Marco Aurélio Cunha, superintendente de futebol na última época vitoriosa do clube e diretor de futebol por um período em 2016, já na gestão Leco.

Embora seja um nome de grande ressonância na torcida, acredita-se que Marco Aurélio possa não ter força suficiente no Conselho Deliberativo para concorrer com a coalizão de Julio Casares. Ele mesmo só estaria disposto a disputar a eleição se enxergasse alguma possibilidade de vitória.

A expectativa é de que o nome do candidato de oposição seja definido até junho. Vale lembrar que Leco termina seu mandato em dezembro e não poderá se reeleger.


Facebook Lance Twitter Lance