Com os pés no chão, Aguirre diz: 'Ninguém está falando em título'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com os pés no chão, Aguirre diz: 'Ninguém está falando em título'

  •  São Paulo x Vasco
    São Paulo x Vasco Ricardo Moreira/Fotoarena
  •  São Paulo x Vasco
    São Paulo x Vasco Maurício Rummens/Fotoarena
  •  São Paulo x Vasco
    São Paulo x Vasco Joca Duarte/Photopress
  •  São Paulo x Vasco
    São Paulo x Vasco RENATO GIZZI/PHOTO PREMIUM
  •  São Paulo x Vasco
    São Paulo x Vasco Ricardo Moreira/Fotoarena
  •  São Paulo x Vasco
    São Paulo x Vasco Ricardo Moreira/Fotoarena
LANCE! - 05/08/2018 - 19:37
São Paulo (SP)
O São Paulo assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro neste domingo. Feito que veio com a vitória sobre o Vasco por 2 a 1, no Morumbi. Porém, para o técnico do time Diego Aguirre, ainda não é momento para falar em título e muito menos de estar satisfeito com a atual liderança. O uruguaio fez questão de lembrar que poucos acreditavam em sua equipe e que agora é manter o foco e trabalhar forte visando apenas a próxima partida.

- Estamos em agosto e ninguém está falando em título, nem de nada disso. A única coisa que comentamos é sobre trabalhar e buscar o próximo jogo. Ninguém acreditava no São Paulo dois meses atrás. Vamos fazer o possível para que nossa equipe continue na liderança - afirmou o treinador.

Não foi um jogo fácil. O São Paulo abriu o placar logo no primeiro minuto e não manteve o mesmo ritmo durante a primeira etapa. Nos 45 minutos finais, os donos da casa começaram a dar espaços para os vascaínos criar e logo conseguiram empatar. Após falha de Arboleda, a bola sobrou para Pikachu que não desperdiçou a oportunidade e marcou. Já nos minutos finais, Trelléz tabelou com Everton e apareceu na área para colocar a equipe paulista na liderança.

- Foi um jogo muito difícil. Nós ganhamos uma sequência importante de jogos, mas esperávamos um pouco mais na quinta. Foi uma sequência desgastante, mas tivemos nível para assumir a liderança. A resposta foi boa. Prefiro ficar com isso e é importante ter espírito de luta. Temos que mostrar que estamos na briga. Estou feliz por ser líder, mas falta muito. Agora é manter uma regularidade - disse Aguirre, lamentando a derrota por 1 a 0 para o Colón, na quinta-feira, pela segunda fase da Sul-Americana.

O gol da vitória foi marcado por Trelléz, que saiu do banco de reservas para levar o São Paulo a liderança do Brasileirão. Aguirre optou em tirar o Diego Souza aos 31 minutos do segundo tempo e apostar no colombiano. Deu resultado. Com menos de cinco minutos em campo, o atacante balançou as redes e garantiu a vitória para os donos da casa. A substituição mostrou a força do elenco Tricolor e uma possível estabilização na parte de cima da tabela.

- As trocas fazem parte do meu trabalho. Tenho que buscar alternativas quando as coisas não estão como eu gostaria. Tanto Diego como Nenê ajudam muito o time, mas senti que eles estavam um pouco sem energia. Tínhamos que mudar alguma coisa, dar mais ritmo e deu certo por conta do gol. Sobretudo porque pressionaram. O São Paulo voltou a controlar o jogo, mas quando você recebe um gol, isso impacta. Tem um lado emocional que pode afetar. Sofremos um golpe e o Vasco cresceu e controlou a partida por alguns minutos. O importante é que reagimos. Isso transmite muita coisa boa e nos dá forças para buscarmos a vitória. Estamos todos unidos por esse triunfo. É bom compartilhar com a torcida, diretoria e com todos que trabalham por isso. O São Paulo está voltando a ser protagonista. Estamos em um bom momento - expressou o uruguaio exaltando sua equipe.


O São Paulo enfrenta o Sport, em Recife, no próximo domingo e entrará em campo buscando aumentar a distância para o Flamengo, segundo colocado. O Tricolor some 35 pontos, enquanto a equipe carioca tem 34.

- Que os jogadores possam descansar e nem pensar em futebol. Na quarta, quando voltarmos, que estejamos motivados. Para estar em primeiro lugar tivemos que nos sacrificar muito. Os jogadores tiveram que se comprometer e temos que cuidar disto. Não quero ser líder só uma rodada. Temos que tentar manter essa posição - falou Aguirre, que completou em seguida:

- A comissão técnica tem que transmitir tranquilidade e não mudar muita coisa. Falava muito no começo do trabalho que tínhamos de ter humildade. Isso não vai mudar. Temos a sorte de ter jogadores de experiência, de muita bagagem e que nos ajudam no dia a dia. Não dá para fazer outra coisa que não seja trabalhar. Estamos construindo algo para que o São Paulo possa terminar onde está hoje - concluiu.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance